Rio Branco, Acre, 11 de maio de 2021

Casal indigena do Acre ganha mais de R$ 100 mil no Caldeirão do Huck

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O casal de indígenas Evandro Shawãdawa Txãdá Shawã e Daosha, da Tribo Shawãdawa, de Porto Walter (AC) ganharam R$ 102 mil na tarde deste sábado, 17, no quadro “The Wall”, do Programa Caldeirão do Huck, exibido pela Rede Globo.  Com o dinheiro conquistado no programa, o casal vai fortalecer e ampliar o projeto de artesanato ‘Ararinha Encantada’, que envolve as mulheres da Aldeia Arara em Porto Walter (AC). Elas fazem calçados com Folha Defumada Líquida (FDL), do látex e materiais da floresta usando corantes naturais. Os calçados são vendidos em São Paulo e outros Estados da federação.   

Txãdá e Daosha se conheceram quando Txãdá foi a São Paulo para um evento ligado à cultura indígena. Daosha tem ascendência indígena, mas cresceu na cidade. Os dois se juntaram e ela foi morar com ele na aldeia. Hoje os dois se dividem entre a cidade grande e a aldeia indígena.

O projeto com os calçados começou há 3 anos. “O projeto empodera mulheres e ajuda a gerar renda. O mais importante é que deixa a floresta em pé. Com esse dinheiro vamos melhorar as casas de borracha e transporte dos produtos. Nós vamos levar adiante esse projeto que melhora a vida das famílias”, explicou Daosha. 

Durante o jogo,  Huck e Txada falaram sobre a floresta, a cultura indígena, o Rio Juruá,  Covid-19 e a Ayahuasca, bebida usada pelos índios. “É nossa medicina da floresta”, citou Txada. 

Ao final do jogo, Luciano mandou o contrato para o Daosha no isolamento. Se assinasse, o casal sairia do programa com R$ 35.624, no entanto, ela rasgou! E eles leverão R$ 102.975 para a aldeia no Acre. “Essa é nossa caminhada, como guardiões da floresta. E que a gente tenha força para nunca desistir, nunca deixar esse projeto de lado.”, falou Daosha para o marido antes de saber que os dois ganharam mais de R$ 100 mil.

O índio acreano fez orações na própria língua durante o jogo pedindo sorte.  Também  ensinou palavras da língua dele para o apresentador, Luciano Hulk. “Segunda feira, 19, é o Dia do Índio e hoje o protagonismo foi deles no programa. Fico muito feliz de fomentar esse projeto que une cultura ancestral com empreendedorismo”, citou Huck que mandou um beijo para o Acre. 

No fim, Txãdá comemorou a vitória no The Wall agradecendo com uma canção indígena.

 

Com informações Ac24horas

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.