Rio Branco, Acre, 11 de maio de 2021

Deputados articulam criação da CPI da Educação para investigar supostas corrupções no governo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os deputados de oposição ao governo Gladson Cameli (PP) se reuniram durante toda a terça-feira, 20, para articular a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai apurar supostas irregularidades na Educação.

O requerimento do deputado Daniel Zen (PT) já recolheu 9 assinaturas. A ação institui que a CPI deverá investigar, pelo prazo de 90 dias, indícios de malversação e de realização insuficiente de despesas dos recursos destinados à Educação acreana (fato determinado), oriundos do Fundo Nacional de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB e demais programas suplementares do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, sendo eles o Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE, o Programa Nacional de Transporte Escolar – PNATE e o Programa Nacional do Livro Didático – PNLD, durante os exercícios de 2019 e 2020.

Os grupos formados pelos deputados de oposição e independentes da Assembleia Legislativa se reuniram durante toda a terça-feira, 20, para deliberar a cerca da criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades no governo do Acre.

Assinam o documento os dos deputados Edvaldo Magalhães (PCdoB), Jenilson Leite (PSB), Fagner Calegario (Podemos), Neném Almeida (Solidariedade), Daniel Zen (PT), Jonas Lima (PT), Roberto Duarte (MDB), Antônia Sales (MDB) e Meire Serafim (MDB), que juntos somam nove assinaturas, das oito necessárias para se criar uma comissão parlamentar de inquérito, para investigar supostas irregularidades na Edição.

Os parlamentares não descartam ainda criar comissões para investigar as áreas de saúde e infraestrutura, constantemente denunciadas no parlamento.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.