Rio Branco, Acre, 18 de abril de 2021

Em carta pública, Dom Flávio, bispo de Cruzeiro do Sul, afirma que igreja católica seguirá sem missas presenciais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de liberar missas e cultos presenciais, o bispo diocesano, Dom Flávio Giovanelli, declarou em uma carta pública que a diocese e as paróquias não seguirão a medida. “Quero lembrar que as medidas adotadas pela diocese de Cruzeiro do Sul. Não foram tomadas em força de alguma decisão judicial e eram anteriores às últimas decisões do governo do estado”, destacou, na carta.

“A nossa recomendação durante o tempo da crise aguda da pandemia (fase vermelha), de celebrar sem a presença do povo nas igrejas, não vem de uma proibição. A nossa posição vem da preocupação pela vida das pessoas na atual situação da pandemia, que continua muito grave, com muitos doentes e mortos. A decisão monocrática do ministro do STF não muda a recomendação para as paróquias e comunidades da diocese, pois a situação da pandemia ainda não mudou em nossa Região. Quando o comitê estadual avaliar ser possível a nossa região evoluir para a faixa laranja ou amarela, voltaremos com toda alegria a celebrar com o povo”, declarou ainda o bispo na carta.

Leia a carta na íntegra:

Caríssimas irmãs e irmãos

No dia 3 de abril de 2021 o Juiz Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), publicou uma
decisão de caráter liminar (provisório), liberando a realização de missas e cultos religiosos em todo o
Brasil.

Quero lembrar que as medidas adotadas pela Diocese de Cruzeiro do Sul não foram tomadas em força
de alguma decisão judicial e eram anteriores às últimas decisões do Governo do Acre.

A nossa recomendação durante o tempo da crise aguda da pandemia (fase vermelha), de celebrar sem
a presença do povo nas igrejas, não vem de uma proibição. A nossa posição vem da preocupação pela
vida das pessoas na atual situação da pandemia, que continua muito grave, com muitos doentes e
mortos.

A decisão monocrática do ministro do STF não muda a recomendação para as paróquias e comunidades
da diocese, pois a situação da pandemia ainda não mudou em nossa Região.

Quando o comitê estadual avaliar ser possível a nossa região evoluir para a faixa laranja ou amarela,
voltaremos com toda alegria a celebrar com o povo.

Neste período de faixa vermelha vamos continuar a celebrar sem a presença do povo, mas com as Igrejas
e Capelas abertas para a oração pessoal, para o aconselhamento e as confissões e para receber a Santa
Comunhão.

As secretarias paroquiais vão continuar com o atendimento para o povo, mantendo as medidas de
segurança.

Vamos intensificar nossa oração e nosso apoio à campanha de vacinação e a fazer a nossa parte para
que a pandemia possa ser vencida.

Uma feliz Páscoa de vida e ressurreição para todas/os

Cruzeiro do Sul, 4 de abril de 2021
Dia da Páscoa do Senhor

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.