Rio Branco, Acre, 14 de maio de 2021

Força Integrada de Combate ao Crime Organizado prende 4 pessoas em Porto Walter e Marechal Thaumaturgo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Em desdobramento da operação “Partum” a Polícia Civil por meio dos nucleos das Delegacias de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (Draco) e da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) de Cruzeiro do Sul em operação conjunta com o Departamento de Polícia da Capital e do Interior (DPCI) e 6° Batalhão da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul e Insituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBIO) deflagraram nas primeiras horas desta sexta-feira, 23, operação de cumprimento de nove mandados de busca e apreensão e mais quatro mandados de prisões preventiva, que resultaram na prisão de quatro pessoas com envolvimento em organizacao criminosa no município de Marechal Thaumaturgo e Porto Walter.

A operação “Partum” teve inicio no dia 6 de abril e foi deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado – FICCO, composta pela Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar.

Em continuidade às ações operacionais direcionadas contra facções criminosas atuantes no narcotráfico e crimes violentos que operam dentro e fora do sistema prisional do estado do Acre foi possível realizar levantamento e colher informações que possibilitou a prisão de quatro pessoas nesta sexta-feira, 23.

A operação em Marechal contou com cerca de 18 policiais entre civis e militares, que cumprem 13 ordens judiciais expedidas pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas – TJAC, contra integrantes da facção criminosa investigada.

Os mandados foram cumpridos na cidade Marechal Thaumaturgo.

As investigações tiveram início em 2019 no município de Cruzeiro do Sul – AC, após a prisão em flagrante de um dos integrantes da facção pelos crimes de tráfico ilícito de drogas e organização criminosa.

Os presos, após as formalidades legais, ficarão à disposição da Justiça.

A ação faz parte da estratégia em combater esse tipo de crime através do trabalho conjunto entre as forças de segurança pública e justiça criminal (Polícias Federal, Civil, Militar e Ministério Público) e está alinhada com as diretrizes da FICCO, uma vez que a prisão de lideranças, juntamente com a das organizações criminosas e a cooperação jurídica internacional baseiam a atuação da FORÇA INTEGRADA no enfrentamento ao tráfico de drogas, armas e às facções criminosas.

A investigação conduzida pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Acre foi chamada de “Partum”.

Ascom/Polícia Civil

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.