Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

Mãe é suspeita de medicar filha para facilitar estupro de padrasto

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Polícia Civil está investigando o suposto estupro de uma adolescente de 12 anos pelo padrasto com a ajuda da mãe da vítima, em Três Marias, na região Central de Minas Gerais. O homem de 34 anos e a mulher de 40 anos foram presos pela Polícia Militar na última sexta-feira (2).

Segundo o boletim de ocorrência, a adolescente foi, junto de uma avó, até um quartel da Polícia Militar e contou sobre os abusos. A vítima relatou que a mãe deu a ela um remédio. Depois disso, ela ficou sonolenta e o padastro cometeu os estupros. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso.

Os dois suspeitos foram detidos e levados a Delegacia de Polícia Civil junto com os celulares deles e caicas de remédio que foram apreendidas. A menina foi encaminhada a um Hospital em Sete Lagoas, também na região Central, e recebeu medicação para prevenir a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis. A mãe da vítima tem passagens por ameaça e o homem não tem passagens policiais.

A Polícia Civil informou que os suspeitos foram liberados após serem ouvidos e nnegarem o crime. “Nenhuma testemunha foi apresentada no momento da condução dos suspeitos e não havia exame de corpo de delito. Sendo assim, a autoridade policial não ratificou a prisão em flagrante por falta de indícios e elementos que justificassem a medida. A investigação segue em andamento a cargo da Delegacia de Polícia Civil de Três Marias”, informou.

A menina ainda não foi ouvida na última sexta, segundo a polícia, por ter necessitado de atendimento médico. Ela ainda vai prestar depoimento.

Fonte: O Tempo.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.