Rio Branco, Acre, 18 de abril de 2021

Mulher diz que perdeu bebê ao tomar ivermetcina: “Estava grávida de 8 meses”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

“Já estava grávida de 8 meses quando fui infectada pelo coronavírus no dia 12 de março deste ano. Assim que comecei a sentir os sintomas resolvi procurei atendimento médico e a médica eu me atendeu receitou vários medicamentos, dentre eles estava a ivermectina. Assim que comecei a tomar senti que minha filha se mexia de forma acelerada dentro de mim. Fiquei preocupada e procurei um posto de saúde pra saber se ela estava bem, mas não época me disseram no posto que não poderiam fazer nada enquanto estivesse infectada com a covid. Dez dias depois minha filha morreu dentro de mim”.

Esse foi o relato contado por uma mulher com as iniciais J. de 35 anos de idade que procurou a reportagem do YacoNews para relatar sua tristeza e angustia que tem vivido até hoje após perder sua bebê de apenas 8 meses ainda dentro do seu ventre.

Hoje J. vem sendo acompanhada por um psicólogo porque ainda sofre de forma depressiva pela perca da filha. “Eu sinto que perdi minha filha por tomar um medicamento que na verdade prejudicou minha saúde e minha vida ao invés de me ajudar.” comenta

Médicos e especialista já alertaram para o uso sempre prescrição da Ivermectina, que pode causar Hepatite Medicamentosa.

Fonte: YacoNews.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.