Rio Branco, Acre, 18 de abril de 2021

Ney Amorim acerta os últimos detalhes para deixar o Progressistas e assumir o Podemos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Durante a pandemia bateu uma saudade arretada dos meus três leitores.

Nem voltando a jogar River Raid e Mortal Kimbat durante o lockdown amenizou a falta de um bom bate-papo com vocês. Bora fofocar um pouquinho.

Nem o coronavírus parece capaz de manter o ex-deputado Ney Amorim na casa Progressista, partido capitaneado pelo governador Gladson Cameli.

Ney deve ter observado que mesmo com as bênçãos do chefe do Executivo, alguns de seus correligionários contraíram o vírus.

Ele colocou a máscara no rosto, passou álcool em gel nas mãos, bateu na porta do Podemos e está de malas prontas para mudar de endereço e assumir a presidência da sigla.

Depois de deixar o PT por sérias divergências com alguns ex-companheiros, Amorim se encantou pelos olhos de Cameli e assinou ficha de filiação ao Progressistas.

Mas o brilho dos olhos do governador não foi suficiente. Pesou a questão da sobrevivência política que dentro do PP seria muito improvável mesmo sem contrair covid-19.

Depois da derrota na disputa por uma das cadeiras no Senado, Ney Amorim quer reconstruir suas bases e trabalhar para voltar como deputado federal.

O ex-deputado ainda fala como se não tivesse concretizado a mudança: “Ainda estamos conversando comandante”.

Mas em seguida admite a mudança de endereço e que concorrer por um partido com três deputados não é tarefa fácil.

“Tão logo eu tenha avançado na questão faço questão de posicionar”, destaca Ney Amorim.

Deputados melindrados

Apesar de se pronunciarem durante as sessões ordinárias da Aleac em uma plataforma de livre acesso na internet, alguns deputados estaduais ficam melindrados com a repercussão negativa de suas falas em matérias publicadas em portais de notícias.

Alguns parlamentares procuraram a Mesa Diretora para pedir que o presidente Nicolau Júnior intervisse e usasse a questão do pagamento de mídia institucional do Poder Legislativo para obrigar jornais a fazer a retirada de conteúdo que os desagradam.

Se espernearem o blog vai publicar os nomes dos censores.

Como a minha esposa me chamou para cozinhar, eu fico por aqui, mas volto no domingo, logo após uma disputa de videogame.

  • Ray Melo, do Notícias da Hora.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.