Rio Branco, Acre, 14 de maio de 2021

“Primeiro ele tem que se eleger”, afirma Gladson Cameli após Rocha ameaçar demitir aliados do governo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O governador Gladson Cameli (Progressistas) afirmou em entrevista coletiva durante posse do ex-deputado Ney Amorim no Podemos, na manhã desta segunda-feira (19), que as ameaças feitas pelo seu vice, Major Rocha (PSL), não estão lhe preocupando no momento.

A declaração de Cameli é baseada em recentes declarações de Rocha, que afirmou que assim que o governador Gladson se ausentar do Estado, irá assumir e demitir os aliados e os familiares de Cameli que ocupam cargos no governo. O chefe do executivo desdenhou do assunto e pediu para Rocha aproveitar quando houver oportunidade. “Que ele pegue a caneta e faça bom proveito, mas, ele precisa se eleger primeiro”, disparou.

Segundo ele, as críticas fazem parte da democracia dada pelo governo. “Somos um governo democrático, é isso”, ressaltou.

Gladson e Rocha vivem um clima de tensão desde o início de 2020 e se agravou durante as eleições municipais de 2020. Na época, após as denúncias de Rocha, Cameli fez inúmeras exonerações do gabinete do militar em forma de retaliação.

  • Com informações do AC24horas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.