Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

Projeto Plantando Sonhos semeia esperança em jovens de unidade socioeducativa no Juruá

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações da Agência de Notícias do Acre.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O governador Gladson Cameli vem implantando no Acre uma gestão humana e, sobretudo, visionária. É um governo que prioriza vidas e projeta na juventude ideais que possibilitarão ao estado colher frutos valorosos no amanhã. Um belo exemplo disso é o projeto Plantando Sonhos, que vem sendo desenvolvido pelo Centro Socioeducativo Juruá (ISE), em Cruzeiro do Sul, com a finalidade de ensinar adolescentes abrigados na unidade a cultivar hortaliças, para capacitá-los profissionalmente e propiciar o fortalecimento dos laços familiares.

O projeto, idealizado pelo gestor do ISE no Juruá, Angenor Sobrinho, surgiu em agosto de 2018, e foi aplicado com uma turma com dez internos. Ao longo das aulas teóricas e práticas, os reeducandos têm acesso a conhecimentos de cultivo protegido e sobre sua importância no agronegócio; de construção, manejo e preparo das leiras; dos diversos tipos de espaçamento de plantas e da importância dos equipamentos de proteção individual (EPIs).

“O momento de aprendizagem é feito de forma organizada. Sempre que vamos fazer o plantio de alguma verdura, seguimos um planejamento. Agora, estou plantando rúcula. Começarei semeando as sementes nas bandejas, que contém 60 quadrinhos. Cada quadro pode ter até três mudas, caso contrário, algumas morrerão. Essa é a etapa inicial. Depois iremos adubar, manusear e manter o potencial hidrogeniônico (ph) do solo para receber cada planta”, explica V.L., um dos adolescentes da unidade, ao narrar os conhecimentos adquiridos com o projeto.

Atualmente, o ISE conta com 16 jovens. Com a implementação de projetos que visam restaurar vidas, foi observada uma considerável queda no número de internações que em 2019, por exemplo, eram 93.

“Nas aulas práticas, os adolescentes recebem a visita dos pais e mostram a eles o que estão aprendendo aqui dentro. Isso é muito gratificante. A gente ver que nesse contato os meninos relatam aos familiares sonhos que desejam realizar quando chegarem lá fora. Nós trabalhamos visando a mudança e o projeto consegue fortalecer vínculos que foram perdidos ao longo do tempo”, relata Angenor Sobrinho.

A parceria com o governo tem sido fundamental para que ações como essa transforme profundamente vidas no estado. “Graças ao apoio de Gladson Cameli e ao presidente do ISE Mário César Souza de Freitas, as nossas ideias são fortalecidas. Todas as demandas enviadas a Rio Branco têm recebido respostas positivas. Ultimamente, fomos contemplados com a troca da nossa cobertura e isso nos ajuda a desenvolver melhor o nosso trabalho”, afirma o diretor do ISE no Juruá.

Com a colheita das hortaliças, a equipe as utiliza para a refeição dos reeducandos, para doações a outros órgãos e também para comercialização, o que gera retorno financeiro para o centro.

Para o gestor Angenor Sobrinho, o caminho para a socialização é orientar: “A nossa função é auxiliar. Com isso, levamos para esses jovens novos sonhos, novas perspectivas de vida por meio de conselhos, de exemplos de vidas, de mudanças e de novas oportunidades”.

A eficácia do projeto é vista, na prática, pela mudança de comportamento e de postura observada em depoimentos de socioeducandos: “Serão conhecimentos que levarei para a minha vida. É algo que penso em utilizar para mudar a minha história. Para isso, basta eu querer e correr atrás”, diz V.L., de 18 anos.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.