Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

Quatro sargentos ligados a Major Rocha são devolvidos aos quartéis

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os sargentos Joelson Dias, Ismael de Oliveira Lima e Sórtenes Melo, da Polícia Militar; e Abrahão Pupio, do Corpo de Bombeiros, que atuavam no Gabinete Militar na segurança do vice-governador Major Rocha, a quem também são ligados politicamente, foram devolvidos aos seus postos de trabalho de origem e vão voltar a atuar na rua.

O processo de reversão foi publicado no Diário Oficial na edição desta quarta-feira (7). Os três PMs e o bombeiro atuam em suas associações na cobrança ao governo por cumprimento de promessas como a titulação e comandam atos de manifestação.

O sargento Sórtenes Melo disse que já esperava a reação do governo. “Encarei com naturalidade. Já esperava que isso fosse acontecer a qualquer momento em função desse acirramento que ficou mais acentuado nesses últimos dias.”

O também sargento da PM, Joelson Dias lamentou o fato de ele e seus colegas serem “vítimas de uma vingança política”.

“Não é novidade que somos o alvo preferido do governador Gladson Cameli quando este deseja atacar o vice-governador, sobretudo, frente às últimas denúncias e indícios de corrupção apontados por Major Rocha na pasta da Educação e críticas na pasta da Saúde. Saímos mais uma vez do Gabinete Militar com a cabeça erguida e tendo a certeza de que saímos sem comprar sacolão e computadores com suspeitas de irregularidades, sem comprar livros talvez desnecessários e sem tornozeleiras eletrônicas para nos monitorar. Saímos apenas por uma vingança política.”

  • Luciano Tavares, do Notícias da Hora.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.