Rio Branco, Acre, 18 de abril de 2021

Recém-empossado como ministro da Justiça, Anderson Torres troca diretor-geral da Polícia Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações do G1.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O recém-empossado ministro da Justiça, Anderson Torres, anunciou nesta terça-feira (6) em uma rede social o delegado Paulo Maiurino como novo diretor-geral da Polícia Federal.

Maiurino substituirá Rolando de Souza, que estava no cargo desde maio do ano passado. Ele será o terceiro diretor-geral da PF desde o início do governo Jair Bolsonaro.

O novo chefe da corporação chegou a ser cotado para o cargo no ano passado, depois que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou a suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem para o posto.

Maiurino será subordinado a Anderson Torres, que tomou posse na manhã desta terça em cerimônia no Palácio do Planalto. Durante a posse, referindo-se às polícias Federal e Rodoviária Federal, o presidente Jair Bolsonaro disse que “mudanças são naturais”. A declaração antecipou a informação de que haveria troca no comando das duas corporações.

Na tarde desta terça, ao anunciar a troca, Torres escreveu em uma rede social: “Agradeço ao Dr. Rolando Souza pelo período em que esteve à frente da Direção-Geral da @policiafederal. Iniciamos hoje o processo de transição do cargo para o Dr. Paulo Maiurino, a quem desejo felicidades nessa importante função no @JusticaGovBR.”

Em seguida, também em rede social, Torres anunciou Silvinei Vasques como novo diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Vasques era até então superindente da instituição no Rio de Janeiro. Segundo seu currículo na plataforma Lattes, Vasques é inspetor da PRF desde 1995.

Segundo perfil na página do próprio Maiurino em uma rede social, o novo diretor-geral da PF trabalha como assessor especial de Segurança Institucional do Conselho da Justiça Federal (CJF) e atuou até setembro do ano passado como secretário de Segurança do Supremo Tribunal Federal (STF). Também atuou no governo estadual de São Paulo como subsecretário de Segurança Pública (2018) e secretário de Esportes (2016-2018).

De acordo com o perfil, Maiurino é delegado desde 1998, chefiou a Interpol no Brasil (2009-2010), trabalhou como assessor de Relações Internacionais da Polícia Federal (2008-2009) e chefiou os departamentos de Organização e Métodos da Diretoria de Administração e Logística da PF; Planejamento e Controle; e a delegacia da PF no Chuí (RS).

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.