Rio Branco, Acre, 23 de abril de 2021

Sub-secretária de Saúde declarou que ainda restam 910 doses de vacinas dentre as destinadas aos profissionais da Saúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com reportagens de Beatriz Santos, do Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Na manhã desta terça-feira (6), a sub-secretária de saúde de Cruzeiro do Sul, Valéria Lima, deu uma entrevista sobre o processo de vacinação que está acontecendo tanto na zona rural como na zona urbana do município.

De acordo com ela, houve uma sobre de 910 doses de vacinas destinadas aos profissionais de saúde, que estão atuando na linha de frente contra o novo coronavírus.

“Nós juntamente com a coordenação de imunização, estamos providenciando um ofício, que será destinado ao secretário Agnaldo, que irá mandar à jurisprudência do estado, declarando que nós temos 910 dosagens destinados aos profissionais de saúde, que sobraram e solicitando que essas dosagens sejam remanejadas aos idosos que não foram vacinados com a primeira dose”.

Segundo informou, a vacinação na zona urbana está parada no público de 93 anos, com essa sobra, pretende-se avançar, “Se houver realmente o remanejamento dessas dosagens, nós iremos conseguir avançar muito mais, porém aguardamos que o estado, através desse informe, nos dê a autorização, pois somente aí poderemos fazer a imunização”.

Questionada sobre as frentes de combate montadas, a secretária destacou que, ontem, foram montadas 11 frentes pela secretaria municipal de saúde.

“Tanto na br, onde temos 5 postos, foram mandadas equipes, além de uma equipe vai também do Canela Fina até o Pentencoates. Infelizmente não conseguimos entrar ontem no ramal dos Paulinos, ramal 7, e também não conseguimos entrar em boa parte do Lagoinha e do Croa. Além claro, de alguns ramais que fazem parte do Campinas, tudo isso devido ao tempo chuvoso”.

“Hoje estamos no Miritizal, de barco, Olivença e Boca do Moa. Devido a logística nós avançamos a vacinação da faixa etária referente aos idosos de até 60 da zona rural. É um trabalho imenso, vocês não tem dimensão, depois podemos até disponibilizar as fotos para vocês, são carros atolados, equipes tem que seguir a pé, por cerca de uma hora e meia, são casas distantes umas das outras. É muito complicado principalmente nos dias de chuva pelo qual passamos”, declarou.

Sobre o questionamento quantos aos alunos do curso de enfermagem das universidades públicas e privadas que não receberam a vacina, a sub-secretária disse que o informe técnico é bem claro.

“Os estagiários só podem ter direito a vacina, se eles estiverem atuando em unidades básicas de saúde ou unidades hospitalares. É isso que dá direito aos estagiários tomarem a vacina, o que estava acontecendo era que, esses estagiários estavam esperando tomarem vacina para poderem fazer suas execuções de estágio nas unidades”.

Perguntada sobre a vacinação dos militares, ela respondeu que, estão aguardando as doses das vacinas que chegarão. Serão 100 imunizantes, que serão divididos em duas doses, 50 para primeira e 50 para segunda dose da vacinação.

Por fim, Valéria destacou que já se fala no recebimento do novo lote de vacinas, e a intensão é abranger ainda mais, segundo ela, o trabalho de logística e planejamento está sendo feito com muita cautela para que todas as pessoas sejam alcançadas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.