Rio Branco, Acre, 15 de maio de 2021

Advogada morre de Covid-19 dias após parto de emergência e sem conhecer a filha, diz família

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações do G1.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A advogada Névele Menezes Lima Santana, de 37 anos, morreu de coronavírus 17 dias após um parto de emergência e sem conhecer a filha. Ela ficou 41 dias internada em Goiânia. Aline Lima, irmã dela, contou que a família toda contraiu a doença.

Névele foi internada grávida em um hospital particular no dia 20 de março. Ela estava com sete meses de gestação quando o quadro se agravou. Foi quando os médicos fizeram o parto de emergência para salvar a bebê, em 13 de abril. A advogada morreu na última sexta-feira (30).

Névele deixa o marido, o empresário Danilo de Castro Santana, a filha recém-nascida e um filho de 9 anos. A bebê está intubada, até este domingo (2), em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal para crescer e ganhar peso, sendo acompanhada pela família.

“A gente está muito abalado. O esposo dela não está em condições de falar. A gente está tentando retomar a rotina do filho mais velho, que tem síndrome de Down e era muito apegado a ela”, desabafa a irmã.

Névele Santana grávida com o esposo e o filho em Goiânia — Foto: Reprodução/Facebook

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.