Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Após suspeitas de tortura e agressões contra uma criança de 5 anos, o tio é preso em cidade do Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Na zona rural de Plácido de Castro, um homem de 26 anos foi preso suspeito de torturar e agredir o sobrinho de 5 anos. De acordo com a polícia, a criança sangrava pelo ouvido, estava com o olho esquerdo lesionado, com uma ferida nas costas e tinha muitas marcas de mordidas em várias partes do corpo.

A prisão foi realizada na última quarta-feira (12), após o Conselho Tutelar da cidade receber uma denúncia, que prontamente acionou a Polícia Civil. Com uma ação conjunta, as equipes se deslocaram até o local e prenderam o suspeito que confessou as agressões ao sobrinho.

De acordo com informações repassadas pela polícia e pelo Conselho Tutelar, a criança, contou que durante aquele mesmo dia já havia sofrido agressões do tio.

“Ela [a criança] tem várias mordidas pelo corpo, sangrava pelo ouvido, tem uma mancha nos olhos, tinha vários catombos na cabeça, e passou por corpo de delito que comprovou as agressões. Ela está em estado de choque, não pergunta pela família, não cita o tio que chamava de pai, e nas poucas palavras, porque agora começou a se comunicar, só diz que não quer voltar para onde morava”, contou a conselheira tutelar Patrícia Andrade.

A conselheira disse ainda que a situação da criança não é considerada maus-tratos, e sim tortura, e que o menino passava fome, além das agressões físicas.

“A única alimentação que ele podia comer era arroz, a gente vê que ele está bem desnutrido, é uma criança de cinco anos, mas tem aparência de três. Quando a gente chegou, ele estava com muita fome, era 2 horas da tarde e ainda não tinha se alimentado, como é distante, a equipe levou lanche e nós alimentamos ele no local mesmo”, disse.

A criança passou por atendimento no hospital de Plácido de Castro, após ser resgatada e está no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), deverá ser encaminhada para um abrigo, conforme decisão da justiça e está aguardando apenas a vaga para que seja feita a transferência, disse a conselheira.

O agressor, está em prisão preventiva, além disso, a esposa do homem que está grávida, deverá ser investigada por tortura na modalidade omissiva. De acordo com a conselheira, o casal tem ainda um filho com pouco mais de um ano de idade, contudo inicialmente, não foi constatado que a criança tenha passado por maus tratos.

Guarda da criança

O aconselho Tutelar destacou que o tio tinha a guarda do menino, porém que a equipe já fez contato por telefone com a mãe da criança , que mora atualmente em outro município.

“Ele conseguiu, há muito tempo, essa guarda porque na época ela [a mãe] não tinha interesse na criança. Ela até disse que tinha interesse agora, mas ainda não veio até o município e até o momento nenhum outro familiar procurou e nós não temos informação sobre o pai”, disse Patrícia.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.