Rio Branco, Acre, 20 de junho de 2021

IFAC pode suspender atividades após cortes no orçamento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Emily Vitória, dO Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac) emitiu uma nota acerca dos cortes orçamentários previstos na Lei Orçamentária n° 14.144, de 22 de abril de 2021. A direção da instituição declarou que o bloqueio dos recursos colocou em risco o funcionamento do Ifac e das demais Instituições Federais.

O Ifac teve uma redução orçamentária de R$ 4,1 milhões, o que acabou comprometendo as atividades do segundo semestre de 2021. Se não houver uma reversão da situação, o orçamento de 2021 da instituição será menor que no ano de 2011, sendo considerado o menor orçamento dos últimos dez anos, quando o Ifac iniciou suas atividades com 400 estudantes. Hoje, são mais de seis mil discentes matriculados em cursos técnicos, de graduação e de pós-graduação.

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) vem tentando reverter a situação atual. Segundo a nota publicada no último dia 7, as instituições federais estão sendo fortemente prejudicadas com os cortes e bloqueios estabelecidos pelo governo e estão unindo forças para enfrentar esse momento.

Como explica o Conif, após a sanção da LOA, o Ministério da Educação (MEC) informou um novo bloqueio de mais de 13,8% no orçamento desse ano, que já havia sofrido reduções, representando R$ 2,3 milhões a menos em recursos para a instituição. A Rede Federal tem como prioridade a manutenção dos recursos destinados a assistência estudantil, porém, esse recurso foi reduzido em 2,5% em relação ao orçamento proposto pelo Governo Federal ao Congresso Nacional.

Com apenas 11 anos de existência, o Instituto Federal do Acre ainda tenta, por meio de emendas parlamentares e recursos captados junto ao MEC, a consolidação de suas estruturas físicas. Apesar da redução dos recursos, a instituição tem mantido o seu cronograma de atividades e cumprido o planejamento estratégico para execução de obras nos seis campis, investindo R$ 18 milhões em infraestrutura.

Além disso, o Ifac possui um débito de mais de R$ 300 mil de emendas parlamentares empenhadas em 2020 que ainda não estão sendo pagas, pois o orçamento foi aprovado e sancionado somente em abril e o decreto responsável por todas as despesas foi publicado apenas no dia 17 de maio desse ano. Prestadores de serviços e fornecedores entregam o que foi solicitado, mas não recebem remuneração por falta de regulação.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.