Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Ministro recebe pré-projeto do viaduto da corrente e garante licitação para construção

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Com informações da Agência de Notícias do Acre.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Brasília – O governador Gladson Cameli pediu e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, afirmou ser possível que a licitação das obras do primeiro viaduto do Acre, no anel viário da Corrente, em Rio Branco, seja realizada ainda no segundo semestre deste ano.

Em audiência, na manhã desta quarta-feira, 12, com o ministro Tarcísio Gomes, o governador entregou o pré-projeto do viaduto e solicitou a liberação de recursos e urgência na execução da obra, localizada na confluência entre a rodovia AC-40 e a BR-364.

“Esse viaduto é de extrema importância para desafogar o trânsito, agilizar o transporte de cargas e contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Acre”, explicou o governador na audiência. Recebeu do ministro a garantia de agilidade na análise dos documentos necessários e a possibilidade de a licitação ocorrer no próximo semestre.

“Essa é uma das obras prioritárias para o governo federal, que está empenhado em melhorar o sistema de transporte do País”, disse o ministro, que já entregou o pré-projeto do viaduto para análise do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

De acordo com o diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre) Petrônio Antunes, que acompanhou o governador na audiência, as obras do viaduto da Corrente estão orçadas em cerca de R$ 65 milhões. O viaduto, também contará com vias de acessos laterais e outras medidas como a ampliação da ciclovia da Avenida Chico Mendes, na Rodovia AC-40.

Também participaram da audiência o representante do governo do Acre em Brasília, Ricardo França; o procurador-geral do Estado, João Paulo Setti; além de Eduardo Praça, assessor especial do Ministério da Justiça; Elias Brito, assessor parlamentar do Ministério da Justiça; Adriano Souza, da diretoria-geral do DNIT. O senador Marcio Bittar, o deputado estadual Roberto Duarte e o secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Santos, também estiveram na reunião.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.