Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Movimento grevista sai às ruas em Cruzeiro do Sul reivindicando melhorias para Educação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os profissionais da Educação de Cruzeiro do Sul saíram às ruas nesta sexta-feira, 14. Em greve, a categoria reivindica a reposição inflacionária dos salários, a reestruturação das tabelas da educação, o auxílio alimentação, a melhoria das condições de trabalho e das aulas de ensino remoto, e a prioridade na vacinação contra a Covid-19, entre outras pautas.

A greve é puxada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), e agrega profissionais de todo o estado. No Vale do Juruá, aproximadamente 18 mil estudantes estão sem aulas.
“Estamos realizando reivindicações justas, que estão em negociação desde o início do mandato do governador, mas a categoria não teve retorno. Associado a isso tem a dificuldade da pandemia, o ensino remoto teve seu ônus especialmente para os professores, que tiveram que comprar notebook, celulares e não receberam retorno”, disse Jair Costa, presidente do Conselho Gestores de Cruzeiro do Sul.

De acordo com o presidente do Sinteac, em Cruzeiro do Sul, a greve luta por direitos. “Estamos há muito tempo sem reposição salarial, além de melhores condições de trabalho. Então, % dos professores da rede estadual de Educação estão com as suas atividades paradas”, frisou.

O movimento grevista iniciou uma conversa com o Estado e espera que o governo se sensibilize com as pautas dos profissionais da Educação.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.