Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Perpétua propõe derrubada de portaria que autoriza aumento do teto salarial do Presidente e ministros

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A deputada federal (PCdoB) Perpétua Almeida apresentou na segunda-feira, 11, um Projeto de Decreto Legislativo (PDL), na Câmara Federal, para derrubar a portaria nº 4.975/2021 do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido).

Com mais de 14 milhões de desempregados no Brasil, a portaria de Bolsonaro autoriza a cumulação de salários do presidente, vice-presidente, ministros de Estado, e também de servidores civis aposentados e militares da reserva que ocupem cargos comissionados ou eletivos, ultrapassando os limites do teto constitucional. Hoje, o teto salarial é de quase R$ 40 mil.

O PDL da deputada, se aprovado, interrompe o aumento do teto salarial decretado pelo Presidente da República.

“Essa portaria é ilegal, é imoral, e é inconstitucional. O Presidente se auto autoriza, junto com o vice-presidente e outros ministros, a receber e acumularem salários acima do teto constitucional. Mas Bolsonaro acha isso pouco, então, ele está se autorizando a acumular várias vantagens, vários salários, para ganhar mais do que isso”.

E acrescenta: “Entre presidente, vice-presidente e ministros, vai ter gente que vai ganhar R$ 45 mil, R$ 50 mil e até R$ 60 mil”.

Assessoria

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.