Rio Branco, Acre, 13 de maio de 2021

Socorro Neri é nomeada secretária de Educação do Estado; Mauro Sérgio é exonerado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A ex-prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, é a nova secretária estadual de Educação no lugar de Mauro Sérgio Cruz. A nomeação dela foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (4), conforme adiantou nesta segunda-feira (3) o Notícias da Hora.

A ex-prefeita foi candidata à reeleição à prefeitura de Rio Branco com apoio de Gladson Cameli no pleito passado e acabou sendo derrotada por Tião Bocalom (PP), correligionário do governador.

Quem é Socorro Neri

Socorro Neri foi vice-prefeita de Rio Branco na gestão de Marcus Alexandre (PT) entre janeiro de 2017 e abril de 2018, mês em que assumiu a prefeitura no lugar do petista, que virou candidato a governador naquele ano. Neri exerceu o cargo de prefeita até 31 de dezembro de 2020.

Socorro Neri nasceu no seringal São Luiz, em Tarauacá, interior do Acre.

É graduada em Pedagogia, com doutorado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com estudos concentrados na área de Sociologia da Educação.

A agora secretária de Educação do Estado do Acre foi também secretária Municipal de Assistência Social de Rio Branco, Superintendente Estadual da Legião Brasileira de Assistência Social (Governo Federal), diretora do Departamento de Ensino Supletivo (Governo Estadual).

É professora da Ufac onde também já ocupou cargos de vice-reitora e pró-reitora de graduação.

Neri terá missão de melhorar imagem da SEE

Neri não terá missão fácil na Educação. A secretaria virou um epicentro de escândalos e um setor com enorme potencial de desgaste para o atual governo. Em dois anos houve três operações policiais envolvendo a Secretaria, das quais duas relacionadas a possíveis esquemas de corrupção na atual gestão: a Trojan, que apura a venda de computadores para o setor, e a Pratos Limpos, que investiga suposto superfaturamento na compra dos produtos das cestas básicas distribuídas às famílias dos alunos da rede estadual.

As vísceras da SEE podem ficar mais expostas ainda na CPI da Educação na Assembleia Legislativa, que está em vias de ser instaurada.

  • Luciano Tavares, do Notícias da Hora.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.