Rio Branco, Acre, 20 de junho de 2021

Ambulante flagrado dormindo dentro de banca de bombons ganha casa nova no AC: ‘sonho realizado’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Enfrentando o luto e a falta de recursos financeiros, sem ter condições para reformar a casa em que mora no bairro Nova Estação, em Rio Branco. Era assim que o vendedor ambulante Bernardo Emílio da Silva, de 87 anos, estava há três meses. Hoje, ele está só alegria depois de receber uma casa nova.

A história dele repercutiu após uma foto dele dormindo dentro da banca de bombons viralizar por meio de um projeto.

O presente foi entregue a ele no último sábado (5), quando o coordenador do projeto Amigos Solidários no Acre, Derineudo de Souza, fez a festa com direito a balões junto com o idoso e a família dele para celebrar a nova conquista. Neste ano o projeto também já ajudou um vendedor de picolé a adquirir a casa própria.

“Esse projeto que fez essa obra de caridade na minha vida, peço muito a Deus e Nossa Senhora que se estenda por muitos e muitos anos para todos que precisam. Esse cidadão foi Deus quem mandou para fazer o bem na minha vida”, disse emocionado.

Bernardo Silva e Derineudo Souza durante entrega da casa nova — Foto: Arquivo pessoal

Bernardo Silva e Derineudo Souza durante entrega da casa nova — Foto: Arquivo pessoal

Silva tem uma banquinha de cigarros e trabalha em frente ao Pronto-Socorro de Rio Branco, ele chega cedo, ainda na madrugada, e só sai no final do dia. Mas, com o que ganha só consegue o sustento básico dele e do filho e não tinha como reformar a casa que estava com telhas quebradas, buracos no piso de madeira e com os barrotes com risco de desmoronar.

Viúvo, ele perdeu a esposa há cinco meses por causa de um problema no coração. Depressivo com a perda, ele chamou a atenção do coordenador do projeto, quando estava deitado na banca onde trabalha, que resolveu conhecer a história do ambulante e se comoveu com a situação. Foi quando começou a mobilização para levar a transformação que ele precisava.

“Passei em frente ao PS e ele estava deitado dentro da banquinha, fotografei, parei a viatura e fui conhecer um pouco da história dele, que tinha perdido a esposa e vivia quase em depressão. O motivo de estar na banquinha é porque gosta de se comunicar com as pessoas e não queria ficar em casa, quis ver a casa e ele me levou até lá, as condições eram precárias, então enviei a matéria para o Razões para Acreditar, que é parceiro do Amigos Solidários e juntos fizemos a vaquinha que arrecadou R$ 39.200 e com o valor tiramos a casa que estava em condições impróprias para viver e construímos uma casa nova”, contou Souza.

Casa foi entregue no sábado (5), em Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal

Casa foi entregue no sábado (5), em Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal

Prestes a cair

Silva disse que a casa estava prestes a cair e agora, ele celebra e acrescenta que realizou um sonho que carregava há muito tempo.

“Minha casa estava para cair. Os barrotes estavam todos rolados, e ele filmou tudo e falou que eu ia ganhar uma casa nova e de fato aconteceu. Foi feito tudo, ganhei uma pia e um colchão. Foi um sonho realizado, graças a Deus. O sonho da minha esposa era fazer de alvenaria, mas como não aconteceu, Deus precisou dela e veio buscar”, contou.

Mudança

A mudança na vida do idoso trouxe a ele um pouco mais de conforto. O coordenador do projeto contou que era difícil até para ele andar dentro da casa.

“Até para ele andar era difícil porque a madeira do assoalho estava podre, telhas quebradas, então foi feita essa mudança. O banheiro era do lado de fora, com retorno do esgoto, terreno desnivelado e a gente conseguiu arrumar”, contou.

O encontro, que ocorreu há cerca de três meses, resultou em uma vaquinha que durou em média dois meses, e agora, o idoso está de casa nova, onde mora com um filho.

“Ele não tinha condições de fazer essa mudança e falou que estava muito feliz por Deus ter colocado essa criatura no caminho dele. E foi realizado o sonho do seu Bernardo. O sentimento é de estar fazendo o verdadeiro sentido da vida. Nós entendemos que a nossa existência aqui deve ser usada para favorecer aqueles que precisam, a suavizar a realidade daqueles que passam por muita dificuldade, levando o verdadeiro sentido do amor de Cristo para as pessoas, é isso que entendemos enquanto ser humano aqui nessa terra”, concluiu.

G1

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.