Rio Branco, Acre, 31 de julho de 2021

Estado leva ações de assistência social a Feijó e Tarauacá

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Por Redação Juruá Em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A titular da Secretaria de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres do Acre (SEASDHM), Ana Paula Lima, realizou agendas nesta semana, em Feijó e Tarauacá.

Com a equipe técnica da SEASDHM, esteve na sede da Secretaria de Assistência Social de Feijó, onde conheceu o grupo de trabalho e a estrutura do local. Em seguida, foi às margens do Rio Envira e visitou o acampamento dos indígenas do povo Ashaninka.

Acompanhada do vice-coordenador do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Francisco Gomes, e do coordenador da Defesa Civil de Feijó, Onacélio Santos, a secretária conheceu a moradia dos 40 indígenas que residem no local desde abril. “Fomos até lá para conhecer a realidade deles e saber de suas necessidades. Reforçamos a divulgação dos programas sociais aos quais eles têm direito, como o Bolsa Família e o Auxílio do Bem. Além disso, explicamos passo a passo quais documentos eles devem levar até a Secretaria Municipal de Assistência Social para receber o auxílio necessário”, relata Ana Paula Lima.

A secretária também se reuniu com os representantes do Cimi e algumas lideranças indígenas para tratar das dificuldades enfrentadas pela população indígena, que está em situação de vulnerabilidade e risco social.

Dando continuidade às agendas, Ana Paula Lima, e equipes do Sistema Fecomércio e da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), representando o governo do Estado, reuniram-se com o vice-prefeito de Feijó, Elson José, e com as técnicas da Secretaria Municipal de Assistência Social para apresentar o programa Qualifica Acre. O objetivo é levar qualificação e requalificação profissional para pessoas em vulnerabilidade social nos 22 municípios acreanos, pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG).

“Esse programa é uma ajuda muito grande para os feijoenses; eles precisam de mais oportunidades no mercado e os cursos irão abrir portas. Eu já fui pintor e ensinei muita gente, mas isso faz bastante tempo; se na minha época houvesse oportunidades como essa, seria muito melhor”, diz Elson José.

Para Feijó, serão ofertadas 240 vagas em nove cursos diferentes. A prefeitura, com o auxílio da Secretaria Municipal de Cidadania e Inclusão Social, irá selecionar os alunos para as vagas ofertadas.

“Essa ação é mais uma de uma série de contribuições que o sistema Fecomércio e os seus braços executivos, Sesc e Senac, realizam em parceria com o governo do Estado e as prefeituras, com foco no desenvolvimento de competências profissionais das pessoas que estão passando por situações de vulnerabilidade social e econômica neste momento de pandemia”, afirma o diretor de Educação Profissional do Senac, Abrão Maia.

Além disso, a secretária também reforçou a divulgação de alguns programas sociais, como o Criança Feliz, o Bolsa Família, e o Auxílio do Bem. O incentivo de adesão do Município ao Pacto Nacional de Implementação de Políticas para o Idoso foi salientado na reunião.

Em Tarauacá, a secretária esteve com a prefeita Lucinéia Nery e com a secretária de Assistência Social, Camila Figueiredo, para fazer a apresentação do programa Qualifica Acre, também acompanhada das equipes da Fecomércio e da Seplag.

Para Lucinéia Nery, o programa é de total importância, tanto para qualificar os conterrâneos, quanto ajudar na economia local. “Veio no momento certo, principalmente agora que Tarauacá está se reerguendo das alagações e ainda tem sofrido bastante com os impactos da pandemia”, afirma.

Finalizando as agendas, a secretária visitou o Lar dos Idosos Novo Hamburgo, onde foi recebida pela coordenadora, Tereza da Silva; pela representante da Paróquia São José, Francisca Aragão; e pela presidente da Associação de Amparo ao Idoso, Roneida de Lima. Foi apresentada à estrutura física e organizacional da instituição e também aos desafios diários enfrentados para manter os serviços.

“Essa visita me deixa muito contente, porque, além de criar vínculos e conversar pessoalmente, a secretária pôde ver de perto o lar e a nossa realidade”, diz Roneida de Lima.

A titular da SEASDHM entende que é fundamental a Assistência Social estar presente e conhecer a realidade de todos. Ainda intensifica a lembrança do Junho Violeta, mês de conscientização da violência contra a pessoa idosa. “Não há momento melhor para conscientizar a sociedade sobre a importância de cuidar dessa geração”, avalia.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!