Rio Branco, Acre, 15 de junho de 2021

Jovem executado no interior do Acre foi morto por engano na casa de amigo, diz polícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Redação Juruá em Tempo.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Polícia Civil conclui o inquérito sobre o assassinato do jovem André Araújo dos Santos, de 24 anos, no último dia 14 de maio, em Brasileia, no interior do Acre. De acordo com as investigações, ele foi morto por engano.

Santos estava hospedado na casa de um amigo desde o dia anterior quando foi surpreendido por criminosos armados e acabou sendo morto. Segundo a delegada responsável pela investigação, Carla Ívane, o verdadeiro alvo dos criminosos seria o dono da casa.

As investigações apontaram que o crime está relacionado à atuação de uma organização criminosa e seria uma retaliação, uma vez que o proprietário da casa, supostamente teria ligação com facção criminosa rival à dos autores.

Motorista de aplicativo foi preso e menor de 16 anos apreendido suspeitos de participação no crime  — Foto: Arquivo/PC-AC

Três pessoas foram identificadas como participantes do crime. Entre elas, um motorista de aplicativo que foi preso na segunda-feira (31) e um menor de 16 anos. O adolescente já estava apreendido desde o último dia 18, por suspeita de participação também no homicídio do adolescente Donizete Soares Teodoro, de 17 anos, ocorrido no dia 16 do mês passado, em Brasileia.

A delegada informou que o motorista de aplicativo também teria envolvimento na morte de Teodoro, junto com uma mulher que foi presa na segunda.

“O menor encontra-se internado e o motorista de aplicativo que prestou apoio logístico, inclusive fornecendo e guardando a arma de fogo usada no crime, está preso preventivamente. Um outro maior de idade está foragido, já foi decretada prisão preventiva dele. Eles devem responder pelos crimes de participar de organização criminosa, homicídio qualificado e corrupção de menores”, afirmou Carla.

Hospedado na casa de amigo

Após o crime, o amigo relatou à polícia que o jovem morava no KM 47 da Estrada do Pacífico e que, no dia anterior ao crime, ele tinha pedido para ficar hospedado no local. Essa era a terceira vez que a vítima ficava na sua casa.

O proprietário da casa informou que tinha saído para comprar bebida alcoólica a pedido da vítima e que quando voltou, cerca de 30 minutos depois, já encontrou o amigo morto.

A vítima estava caída no chão da cozinha após levar cerca de três tiros. O amigo disse que quando chegou em casa viu que a porta de trás estava arrombada e que não viu nenhum suspeito no local. Foram achadas cinco cápsulas e 3 projéteis próximos ao corpo.

  • Com informações do G1 Acre.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.