22 C
Juruá
sexta-feira, agosto 19, 2022

Inquérito é aberto para apurar possíveis danos regionais na construção de estrada a Pucallpa

Por

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu abrir um inquérito civil com objetivo de apurar possíveis danos regionais na construção da estrada de Pucallpa, que liga o Acre ao Peru, pelo Parque Nacional da Serra do Divisor, no Vale do Juruá.

De acordo com a investigação, esses danos regionais podem estar relacionados a polêmica com as etnias indígenas, que já se manifestaram contrárias ao projeto e, inclusive, já realizaram várias manifestações com o objetivo de impedir a construção da estrada. Assim “resolve instaurar inquérito civil para apurar os danos regionais/nacionais na condução do projeto de interligação rodoviária do município de Cruzeiro do Sul (AC) com a cidade de Pucallpa (Peru)”, diz trecho do despacho assinado pelo procurador da República, Lucas Costa.

Em novembro de 2019, foi dado início ao trabalho com a abertura de uma trilha de cerca de 90 quilômetros até o município peruano de Pucallpa. Na época, segundo informou a Secretaria de Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), a ação era de abertura da trilha e levantamento topográfico no trecho que vai desde o final do Ramal do Feijão Insosso, em Mâncio Lima, até o Rio Azul.

Recentemente, o senador Márcio Bittar (MDB) anunciou que garantiu por meio do orçamento da União, cerca de R$ 40 milhões para a construção do projeto executivo da estrada que liga Cruzeiro do Sul a Pucallpa, no Peru. O recurso foi um pedido feito pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

  • Por Saimo Martins, do Contilnet.
error: Alert: O conteúdo está protegido !!