37.5 C
Juruá
quinta-feira, agosto 11, 2022

Puxado pela madeira e castanha, saldo na balança comercial tem recorde em 2021 no Acre

Por

Assim como nos meses anteriores, dezembro teve saldo positivo de mais de 3,3 milhões de dólares na balança comercial, que mede exportação e importação do estado. E foi esse resultado que fez o estado bater recorde, segundo o Observatório do Fórum de Inovação e Desenvolvimento do Acre.

O Acre, em 2021, exportou US$ 48,838 milhões e importou, US$ 3,741 milhões, resultando em um saldo na balança comercial de US$ 45,097 milhões durante todo o ano, o que representa novo recorde do seu comércio exterior, superando em 21,8% o resultado de 2018, que foi de US$ 37,038 milhões.

Produtos mais exportados

  • Madeira e derivados (33,2%);
  • Castanha (25,2%);
  • Soja, milho e derivados (16,7%);
  • Bovinos e derivados (14,0%);
  • Suínos e derivados (4,3%) foram os produtos que lideraram as exportações em 202.

Ainda segundo a análise do observatório, as exportações de madeira e derivados e castanha do Brasil comandaram as exportações do Acre. Os dois produtos florestais representaram mais de 58% de tudo o que o estado exportou no ano.

Balanço dos produtos em 2020 e 2021

Grupos 2021 (US$) 2020 (US$) Variação
Madeiras e derivados 16.221.243 13.151.525 23,3
Castanha do Brasil 12.306.200 3.595.266 242,3
Milho, soja e derivados 8.132.244 3.222.403 152,4
Bovinos e derivados 6.858.655 9.757.683 -29,7
Suíno e derivados 2.116.123 1.443.974 46,5

Em seguida, aparecem os derivados de bovinos e suínos (18%) e a soja, milho e derivados que representaram 17%.

“Em relação ao ano de 2020 os destaques foram as exportações de castanha, com aumento de 242,3% e as de soja, o milho e derivados que aumentaram 152,4%. Em 2021, os maiores destinos foram os Estados Unidos com 23%, Peru com 18% e Hong Kong com 12%”, destaca.

Os produtos mais importados foram: 

  • Pneus novos para automotivos;
  • Telefones celulares;
  • Castanha do Brasil;
  • Polímero de cloreto de vinilo
  • Aparelhos de ar-condicionado;
  • Tonantes orgânicos;
  • Vacinas e armas de fogo

Os principais países de origens das importações do Acre em 2021 foram: China (38%), Vietnã (13%), Romênia (9%), Bolívia (8%), Itália (7%), Peru (7%) e Turquia (6%).

Com informações G1 Acre

error: Alert: O conteúdo está protegido !!