22.2 C
Juruá
terça-feira, junho 28, 2022

“Amigo secreto”: Lula, Moro e Lava Jato são tema de novo documentário

Por

Em junho de 2019, alguns meses após o início do governo Bolsonaro, o vazamento de conversas entre os membros da operação Lava Jato revelaria um grânde escândalo judicial – talvez o maior da história da República -, na série de reportagens conhecida como escândalo da “Vaza Jato”.

Tendo como centro Lula, Moro, a Lava Jato e seus desdobramentos políticos, o documentário “Amigo Secreto” mostra como uma grande operação de combate à corrupção atuou para fragilizar o sistema de Justiça no Brasil.

No teaser do filme, é possível ouvir a voz do ministro Gilmar Mendes dizendo: “Não se combate crime cometendo crime“. O ministro Ricardo Lewandowski diz: “Que que nos dizem as mensagens? Que os procuradores de Curitiba estavam acertando clandestinamente negociações com autoridades.

O filme é da premiada diretora Maria Augusta Ramos. A história é contada a partir do trabalho de jornalistas por trás das reportagens envolvendo a troca de mensagens entre procuradores e juiz, nos dois anos que se seguiram às primeiras publicações, quando o Brasil entrava em um longo período de turbulências.

O longa estreia nos cinemas em 16 de junho.

A sinopse do documentário diz que a entrada do ex-juiz Moro no governo Bolsonaro e o vazamento de mensagens trocadas entre ele e procuradores abalaram a credibilidade da Lava Jato. “Um grupo de jornalistas acompanha os desdobramentos do caso, enquanto o país mergulha em uma sequência de crises que começa a ameaçar a sua democracia.

O longa é protagonizado por Leandro Demori, do The Intercept Brasil, Carla Jimenez, Regiane Oliveira e Marina Rossi, do El País Brasil.

O documentário é uma coprodução entre Brasil, Alemanha e Holanda.  A distribuição é da Vitrine Filmes.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!