24 C
Juruá
domingo, junho 26, 2022

Após enganar polícia e fugir do Acre, Dick Vigarista é preso na Paraíba vivendo vida de luxo ao lado de comparsa

Por Redação O Juruá em Tempo

Altos gastos em hotéis, restaurantes caros, viagens internacionais e passeios de helicóptero. Era assim que Luiz Fernando Maia de Souza, 23 anos, conhecido como “Dick Vigarista”, e um comparsa estavam vivendo na cidade de João Pessoa, na Paraíba. Membro da facção Comando Vermelho, ele já fugiu duas vezes da polícia no Acre.

Porém, Dick Vigarista foi preso no dia 6 deste mês, junto com seu comparsa, durante uma operação realizada pela Polícia Civil da Paraíba, Polícia Civil de Pernambuco e Polícia Rodoviária Federal. Conforme a Polícia Civil da Paraíba, a dupla é especialista em furtar e adulterar sinais de identificação de veículos de locadoras.

Com a dupla, a polícia apreendeu um carro VW Nivus 2022, que pertence a uma locadora, mas os criminosos já haviam adulterado a identificação do veículo e falsificado a documentação. Também foi apreendida uma impressora de alto rendimento e equipamentos de informática usados para reproduzir documentos oficiais.

Foto: Ascom/Polícia Civil da Paraíba

“Dick Vigarista” ainda tentou enganar os policiais com um documento falso, mas a polícia logo descobriu que ele é foragido da justiça acreana e o homem foi preso.

Leia Também:  Operação “Ouro Negro” é deflagrada pela Polícia Civil para desarticular esquema de desvio de combustível

“Dick Vigarista” tem uma extensa ficha criminal no Acre. Foi condenado em 2021 a dois anos e meio de prisão por estelionato, após usar um cartão de crédito clonado para pagar a conta de um hotel em Rio Branco. Ele virou réu também em 2021 por um assalto realizado em 2018, em uma residência. “Dick Vigarista” também foi condenado por falsificação e receptação, quando estava com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falta e tentava fazer a transferência de um carro no Detran.

Além disso, Dick é conhecido por atear fogo no carro de um agente da Polícia Federal. Ele também tentou atropelar policiais civis e foi baleado em uma ocorrência. Levado ao pronto-socorro de Rio Branco, ele enganou policiais penais que estavam vigiando ele, cortou a tornozeleira e fugiu no dia 16 de fevereiro. Até então, ele ainda não havia sido encontrado e fugiu para a Paraíba.

Dick Vigarista foi levado ao PS de Rio Branco em estado gravíssimo (Foto: Ithamar Souza/Na Hora da Notícia)

“Dick Vigarista” deverá ser recambiado ao Acre, em uma data que será marcada pela polícia.

Fonte: Na Hora da Notícia

error: Alert: O conteúdo está protegido !!