22.6 C
Juruá
terça-feira, junho 28, 2022

Aumento de casos e de mortes de crianças vítimas de síndrome respiratória gera alerta no AC

Por Com informações Notícias da Hora

O aumento do número de mortes de crianças vítimas de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) tem gerado preocupação e um amplo debate na sociedade acreana. Nos últimos cinco dias no Acre, o Estado registrou a morte de duas crianças, uma de 02 meses e outra de 10 meses, no Hospital de Urgência e Emergência (Huerb).

O Boletim InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgado, no dia 25 de março, alertou para o aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) entre crianças, ao longo de fevereiro e março deste ano.

Segundo as informações, entre crianças de 0 a 4 anos, a média móvel dos casos aumentou em cerca de 77%, passando de 970 casos semanais para cerca de 1.870 no país. Entre as crianças de 5 a 11 anos, o aumento na média foi de 216%, passando de 160 casos semanais para uma média estimada em 506 casos semanais no país

Na Aleac, o assunto foi levado pelo deputado estadual, Roberto Duarte (Republicanos), que alertou a situação durante a sua fala na tribuna na manhã desta terça-feira, 07, na Aleac.

Segundo ele, o Estado tem um número considerável de casos de crianças que estão sofrendo parada cardiorrespiratória. O parlamentar, inclusive, cobrou da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) a instalação de mais unidades de UTIs pediátricas e a reativação dos antigos leitos UTI covid-19. .

“O governo precisa se mobilizar e reativar essas UTIs imediatamente. Houve relatos de que algumas crianças já vieram a óbito. Peço atenção da Sesacre para essas crianças”, alertou o parlamentar

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou que uma coletiva de imprensa será realizada, nesta quarta-feira, às 11h, para esclarecer quais providências estão sendo adotadas.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!