26.1 C
Juruá
quinta-feira, junho 30, 2022

Polícia encontra vestígios de sangue em barco de suspeito no AM

Por Veja Abril.

A Polícia Federal informou nesta quinta-feira, 9, que vestígios de sangue foram encontrados no barco do suspeito Amarildo da Costa de Oliveira, 41 anos. Conhecido como Pelado, o suspeito foi preso na quarta-feira por suspeitas de envolvimento no desaparecimento do indigenista Bruno Araújo e do jornalista inglês Dom Phillips.

O suspeito portava munição de uso restrito e uma pequena porção de cocaína. A PF não informou se os vestígios de sangue são recentes ou antigos. O material ainda vai passar por perícia. Pelado foi visto por testemunhas em um barco em alta velocidade logo após Araújo e Phillips deixarem a comunidade São Rafael em direção a Atalaia do Norte, no Amazonas, trajeto no qual desapareceram.

“A prisão temporária do suspeito já foi requerida e o material coletado está a caminho de Manaus, no helicóptero tático Black Hawk, para ser periciado”, disse a PF, em nota.

O comitê de crise montado por órgãos de segurança estaduais e federais fizeram buscas na região onde o indigenista e o jornalista foram vistos pela última vez ao longo do dia, mas não informou sobre nenhum vestígio que possa levar ao paradeiro da dupla. Segundo a PF, foram percorridos cerca de 100 quilômetros na calha do Rio Itaquaí e seus afluentes. O comitê também informou ter feito um reconhecimento aéreo entre Atalaia do Norte e a base da Funai na entrada da terra indígena Vale do Javari, trajeto onde os dois homens desapareceram. “Todas as comunidades no percurso foram abordadas, especialmente as de Santa Cruz, Cachoeira, São Gabriel e São Rafael”, disse a PF.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!