27.4 C
Juruá
domingo, junho 26, 2022

Primeiro caso suspeito de Varíola do Macaco no Acre está isolado em casa e seu quadro é estável

Por Redação O Juruá em Tempo.

O primeiro caso suspeito de Varíola do Macaco no Acre se trata de um homem de cerca de 30 anos que teve contato com uma pessoa que veio do exterior. O chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), Gabriel Mesquita, disse que o paciente apresenta sintomas característicos da doença, mas seu quadro de saúde é estável.

“Ele apresentou alguns sintomas como as fistulas que são normais na doença, inchaço e outros pequenos sintomas, mas é um paciente que evolui bem, não tem gravidade e está isolado em casa”, explica.

Nesta terça-feira (14), foi realizados os exames que vão confirmar se o caso é mesmo de Varíola do Macaco. Esse procedimento não é realizado no Acre, por isso, o laboratório de referência será o Lacen de Minas Gerais. “Minas Gerais vai receber esse material e não temos ainda um prazo para recebermos de volta o resultado. Por enquanto, o paciente segue sendo monitorado pela equipe da saúde municipal e tendo o nosso acompanhamento”, explica Gabriel.

A doença que vem deixando o mundo em alerta acontece de forma mais comum na África. O atual surto teve como registro os primeiros casos em Londres, na Inglaterra. Gabriel fala sobre a forma de contágio. “Para o contágio preciso de um contato muito próximo, uma troca de secreção. Não é como a Covid, que estando no mesmo local, respirando o mesmo ar já é possível o contágio. É uma doença branda, geralmente a evolução é para a cura, com uma baixa letalidade. O cuidado é evitar aglomerações, usar máscaras e evitar o contato muito próximo com pessoas que estiveram em locais de contágio como na Europa”, diz.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!