26.1 C
Juruá
quinta-feira, junho 30, 2022

STJ nega pedido da defesa de Gladson Cameli para anulação do processo da Operação Ptolomeu

Por

Os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiram negar o pedido de anulação das investigações da Polícia Federal feito pela defesa do governador Gladson Cameli. A defesa alegou falhas na apuração da Operação Ptolomeu, mas os ministros consideraram legais os procedimentos da PF.

“Na hipótese dos autos, está bem caracterizada a legitimidade da medida de busca e apreensão, visto que, consoante elementos coligidos aos autos do inquérito policial, há prova mínima da materialidade e indícios de envolvimento dos representados nos fatos apurados, tais como: pagamento de propina em licitações; movimentações financeiras atípicas, dificultando a identificação da origem dos valores transacionados; integração por inúmeros agentes; estrutura bem ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, sendo o Governador do Estado do Acre o principal organizador e regente da orcrim; os crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro possuem penas máximas superiores a 4 (quatro) anos”, diz em seu voto a ministra Nancy Andrigh, relatora do caso.

O governador disse apenas que ainda está conversando com seus advogados a respeito do processo.

A Operação da PF foi deflagrada no dia 16 de dezembro de 2021. De acordo com a investigação, existem crimes de corrupção e desvio de recursos públicos na ordem de R$ 828 milhões, envolvendo a cúpula do governo acreano.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!