23.3 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

Após 8 meses, suspeito de estuprar e matar mulher com 20 facadas em beco no Acre é preso no AM

Por redação.

Após oito meses de investigações, a Polícia Civil prendeu o principal suspeito pela morte de Jacineide Ferreira de Lima, de 40 anos, ocorrida no dia 23 de novembro do ano passado em um beco no bairro Raimundo Melo, em Rio Branco. O homem, de 33 anos, foi localizado e preso nessa quinta-feira (28) na zona rural de Boca do Acre, no Amazonas.

Jacineide foi achada morta no Beco do Bambu sem a parte de baixo da roupa. Testemunhas que estavam em uma oficina próxima do local relataram à Polícia Militar, na época, que ouviram a vítima pedindo socorro e a viram correndo despida com a bermuda nas mãos para o beco. Após alguns passos, a mulher caiu e morreu.

Ela foi estuprada e morta com cerca de 20 facadas quando voltava do trabalho para casa, segundo informou a polícia.

Jacineide Ferreira de Lima foi morta a facadas no bairro Raimundo Melo, em Rio Branco — Foto: Reprodução

O delegado responsável pela investigação, Leonardo Ribeiro, disse que o suspeito confessou o homicídio, mas afirmou à polícia que a relação sexual que teve com a vítima foi consensual e que ela que o segurou pelo braço e, por isso, deu as facadas contra ela.

“Desde à época do crime a equipe de investigação começou os levantamentos e há cerca de dois meses nós conseguimos a identificação do autor. Pelo que foi levantado, ele a seguiu e quando chegou próximo ao beco ele disse que foi consensual, mas teve um desentendimento e ele alega que ela segurou ele e para fugir dela, teria dado as facadas. Pelo laudo cadavérico, forma mais de 20 facadas.”

O cumprimento do mandado de prisão contra o suspeito contou com apoio da Polícia Civil do Amazonas, com a identificação do paradeiro do investigado e apoio para chegar ao local, que fica a quatro horas de viagem de lancha pelo Rio Purus. Ele foi levado para Rio Branco e colocado à disposição da Justiça.

Ainda segundo o delegado, não está descartado que o suspeito tenha praticado outros crimes contra mulheres. “No interrogatório, ele negou participação em outros homicídios. Mas, é um cara reincidente, já foi preso por estupro, cumpriu pena de 2015 a 2018. Não está descartado, as investigações continuam.”

Jacineide de Lima foi atacada quando voltava do trabalho para casa — Foto: Arquivo/PM-AC

Investigação

Logo no início das investigações, a Polícia Civil chegou a ouvir o ex-marido da vítima, mas foi descartada a participação do homem na morte de Jacineide. Na época, ele alegou que estava em casa no momento do crime e negou envolvimento.

As equipes da PM fizeram buscas pelo local e acharam a bolsa com os pertences da vítima. Por isso, logo foi descartado o latrocínio. O laudo confirmou que ela foi vítima de abuso sexual.

A investigação apontou que Jacineide tinha feito uma diária em uma casa próxima do local do crime e, possivelmente, estaria voltando para casa quando foi assassinada. Ela morava no bairro São Francisco.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!