23.3 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

No AC, mulher dá à luz em frente a hospital e bebê com problemas respiratórios é transferida de helicóptero para a capital

Por redação.

Uma jovem de 21 anos teve um parto de emergência na tarde dessa quinta-feira (7) e acabou dando à luz em frente ao Hospital Epaminondas Jácome, em Xapuri, no interior do Acre. O bebê nasceu de um parto prematuro, no oitavo mês de gestação, e precisou ser transferido para Rio Branco, ao apresentar problemas respiratórios.

A mãe estava em uma comunidade rural, a cerca de 48 quilômetros da cidade. O Corpo de Bombeiros foi acionado para buscar a jovem e, quando estavam fazendo a travessia do rio em uma balsa, ela entrou em trabalho de parto.

“Os militares se deslocaram até o local e, quando estavam fazendo a travessia, a jovem entrou em trabalho de parto. Então, os meninos iniciaram o parto e se deslocaram até o hospital o mais rápido possível. Como já tinha iniciado o parto, foi concluído pela equipe médica de plantão na frente do Hospital Epaminondas Jácome”, disse a comandante dos bombeiros na cidade, Laiza Mendonça.

A comandante falou ainda que como a bebê é prematura, foi solicitado o helicóptero do estado para fazer a transferência dela para Rio Branco. “A jovem já tinha um histórico de parto prematuro, ela já tem um outro filho e esse bebê nasceu também no oitavo mês”, segundo relatou.

Logo após o parto, a menina que nasceu empelicada, porque a bolsa não estourou, foi transferida para a Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, por meio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O governo informou que devido a bebê apresentar problema respiratório, o voo precisou ser feito baixo para a pressão atmosférica não prejudicar a respiração da criança. O voo durou cerca de 35 minutos.

A bebê é prematura e de baixo peso, e estava com diversas complicações e foi levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e tem quadro estável.

A menina nasceu pesando 1.352 quilo e medindo 36 centímetros e segue internada da maternidade. Apesar de grave, o quadro dela é estável e tem mantido o padrão respiratório e tem aceitado bem a dieta, segundo informou a direção.

Resgate foi feito por meio de helicóptero — Foto: Secom

  • Fonte: g1.
error: Alert: O conteúdo está protegido !!