20.8 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

‘Obra monumental do lulismo’ foi parir o Bolsonaro, diz Ciro Gomes

Por Veja Abril.

Ciro Gomes foi oficializado nesta quarta-feira durante a convenção nacional do PDT como o candidato do partido à presidência da República este ano. Atualmente em terceiro nas pesquisas de intenção de votos, ele tenta romper com a polarização entre Lula e Jair Bolsonaro.

Durante discurso no encontro partidário em Brasília, Ciro bateu firme em seus dois adversário como estratégia para correr por fora e tentar chegar ao segundo turno. Ele contestou o legado dos 14 anos de governos petistas no Brasil e ainda disse que o lulismo foi um dos responsáveis por alçar Bolsonaro ao poder.

“Como modelo econômico e a política social eram frágeis e equivocados, bastou um rápido vendaval de uma direita ainda mais incompetente para destruir por completo o legado dos governos autorreferidos de esquerda no Brasil (…) Ai está o legado. Mesmo assim estão pedindo agora para voltar? Será que é para produzir mais enganações e inconsistências? Qual o milagre eles precisam conseguir para que façam em quatro anos aquilo que não fizeram em 14 anos?”, questionou.

O pedetista comparou as gestões petistas com as de outros presidentes brasileiros, como Juscelino Kubistchek e Getúlio Vargas. “Será que acham que 14 anos foi pouco tempo? Em menos tempo Napoleão Bonaparte redesenhou toda a Europa e Alexandre, O Grande, agigantou o mundo grego. Para não ir tão longe, vejam a obra de Getúlio, vejam a obra de Juscelino. Quatorze anos e o lulismo pariu o Bolsonaro. Que obra monumental!”, disse.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!