28.2 C
Juruá
sexta-feira, abril 12, 2024

A pedido de Gonzaga, Aleac reúne autoridades e associações para debater melhorias no tratamento do autismo

Por Assessoria.

- Publicidade -

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga (PSDB), recebeu, através de sua equipe, representantes de instituições e associações para tratar sobre garantia de direitos aos acreanos portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Segundo o chefe de gabinete do presidente da Aleac, Gledson Pereira, a reunião teve como objetivo debater as alterações da Lei nº 4.079, que institui a política estadual de proteção dos direiros humanos da pessoa com TEA e estabele diretrizes para sua consecução.

“Recebemos representantes de várias entidades e instituições para debatermos melhorias no diagnóstico e tratamento das pessoas com TEA no Acre. Nunca antes havia reunido tantas associações para debater o autimos no estado. O deputado Gonzaga é defensor dos direitos dos acreanos com autismo e a Aleac está à disposição para garantir os direitos aos autistas”, disse.

A presidente da Associação de Autistas de Senador Guiomard, Adriana Rogéria, parabenizou o deputado Luiz Gonzaga pela iniciativa de reuniur tantas instituições e associações para debater o autismo.

“Quero parabenizar o deputado Gonzaga e sua equipe por ter essa iniciativa. É de suma importância esse debate, foi muito produtivo essa troca de informações e, principalmente, dar oportunidade às famílias através de seus representantes levar suas demandas e sugestões ao governo para fazer as devidas alterações na lei e colocar em prática as demais que já existem. Ficamos imensamente felizes por ter essa oportunidade de debater assuntos tão importantes como a causa das crianças autistas”, disse.

Ficou definido durante a reunião que cada associação e instituição vai sugerir alterações na Lei e na próxima semana será marcada uma reunião com o Ministério Público do Acre para defirnir as alterações na Lei.

Participaram da reunião representantes do Ministério Público do Acre, Secretarias de Educação e Saúde do Estado e Município de Rio Branco, Defendoria Pública e associações que defendem direitos e tratamento digno aos autistas.

- Publicidade -
Copiar