23 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Edvaldo Magalhães diz que reajuste anual de 5,08% concedido pelo governo não corrige nem a inflação

Por Assessoria.

- Publicidade -

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) disse que o aumento concedido pelo governo de 5,08%, ao longo de quatro anos, não corrige nem mesmo a inflação. Ele citou que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de 2022 foi de 5,79%. Para o parlamentar, o governador Gladson Cameli tenta amordaçar o movimento sindical.

“O reajuste geral, o governo fez uma jogada para tentar amordaçar e imobilizar o movimento sindical nos próximos quatro anos, quando ele pega e diz: ‘não, vamos dar um aumento de 20,32%, essa que foi a manchete, dividido em quatro vezes nos meses de junho de 2023, junho de 2024, junho de 2025 e junho de 2026. Isso dá 5,08% de reajuste. Isso, inclusive, é uma traição. Sabe quanto foi o IPCA do ano passado? 5,79%. Ele não repõe nem a inflação do ano passado, do IPCA”, pontua.

Ainda de acordo com ele, a Lei de Responsabilidade Fiscal não impede a concessão de reajuste geral para a correção inflacionária, embora esteja acima do limite prudencial. “A Lei de Responsabilidade Fiscal não impede o chamado RGA, que é o reajuste geral, para reposição inflacionária. O governo é autorizado a todo ano a fazer, independentemente do comprometimento fiscal. Nem obedecendo a lei o governo está. Ele fez uma jogada de marketing e implantou uma mentira”.

- Publicidade -
Copiar