25 C
Juruá
sexta-feira, abril 12, 2024

Expositores querem saber onde Bocalom enfiou os R$ 5 milhões destinados para construção do Mercado Elias Mansour

Por redação.

- Publicidade -

Não é de hoje que o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, deixa claro que não tem competência para administrar a prefeitura da Capital, pois até hoje, Bocalom não esclareceu o que foi feito com os R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais) que caíram nos cofres públicos da prefeitura, quando Bocalom estava no início do mandato.

Logo que assumiu, Bocalom esteve em Brasília em busca de recursos para a construção do Mercado Elias Mansour, a então deputada federal Mara Rocha, com o intuito de melhorar a vida dos feirantes e produtores rurais, se comprometeu em destinar o recursos através do modelo de Transferência Especial, que possibilita o pagamento, por parte do Ministério da Economia, diretamente para a conta da prefeitura, o que permite uma economia na tramitação do processo de empenho e convênio.

Quando o recurso já estava liberado nas contas da prefeitura, o gestou mudou a história, disse que não iria mais fazer o mercado municipal e que iria usar o recurso para construir um edifício garagem, pois para o Boca, um edifício garagem seria mais importante para a vida dos riobranquenses do que a construção do referido Mercado. Mas após um ano e sete meses nem um e nem outro foram construídos, o recurso simplesmente virou fumaça.

A redação do 3 de Julho Notícias esteve visitando e conversando com os expositores do mercado Elias Mansour, e lá foi possível constatar a revolta e indignação por parte de quem trabalha no local com o prefeito Tião Bocalom, pois todos são conhecedores de que o recursos caiu na conta da prefeitura e Bocalom não fez o mercado porque não quis.

Tentamos contato com prefeito Bocalom através do número (68) 99991-xx25, mas até a publicação da matéria não obtemos resposta, mas o espaço fica aberto caso o prefeito queira se manifestar sobre o assunto.

Veja o vídeo:

Veja o vídeo ll:

  • Por Alemão Monteiro, do 3 de Julho Notícias.
- Publicidade -
Copiar