25.8 C
Juruá
quarta-feira, abril 17, 2024

Mulher passa por cirurgia para retirar bala alojada no clitóris

Por redação.

- Publicidade -

Um procedimento cirúrgico inédito realizado por médicos na Somália foi publicado pelo International Journal of Surgery Case Reports. O documento explora o que possivelmente é “a primeira lesão por bala perdida” no clitóris já registrada.

O caso aconteceu com uma mulher de 24 anos que não foi identificada. Ela precisou ser levada às pressas para o hospital após ter sido atingida na vulva por uma bala perdida. No departamento de ginecologia e obstetrícia, relatou que estava sentada na sala de casa quando o projétil entrou no local pelo telhado.

Após a realização de uma tomografia computadorizada, que confirmou a localização da bala, a paciente passou por uma cirurgia. Segundo a publicação, não foram observadas complicações depois que o procedimento foi feito. No dia seguinte, a mulher teve alta em “boas condições”.

Passado um mês da cirurgia, a avaliação médica também constatou uma boa recuperação. No relatório, os pesquisadores ressaltaram que “as lesões causadas por balas perdidas são comumente vistas em áreas residenciais em países devastados pela guerra, como a Somália”.

Fonte: METRÓPOLE

- Publicidade -
Copiar