25.6 C
Juruá
terça-feira, abril 23, 2024

Após três anos, mulher trans consegue trocar nome e gênero na certidão de nascimento no Acre: ‘vitória’

Por redação.

- Publicidade -

Após três anos de espera e buscas, a autônoma Williane Silva de Oliveira teve uma vitória nesse sábado (13). Ela pegou a certidão de nascimento com o nome social e o gênero alterado durante Projeto Registre-se! do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC).

A ação iniciou na sexta-feira (12) e terminou nesse sábado para emitir certidão de nascimento, 1ª e 2ª via do RG, CPF e título de eleitor de pessoas em vulnerabilidade social.

Williane foi uma das pessoas beneficiadas. À Rede Amazônica Acre, a autônoma explicou o que o momento significa em sua vida.

“Significa uma vitória, uma vitória pra nossa causa, significa que a gente está evoluindo bastante na nossa sociedade. Eu estava muito ansiosa, mas foi bem tranquilo, gostei bastante, fui bem acolhida e foi excepcional. Gostei muito”, destacou.

Autônoma contou que buscou a Defensoria Pública Estadual (DPE-AC) para dar início no processo. Ela diz que ter em mãos o registro de como se reconhece é um passo muito importante e que agora vai tentar trocar os dados também nos demais documentos.

- Publicidade -
Copiar