24.1 C
Juruá
sexta-feira, abril 19, 2024

Após visitar ex-ministro Anderson Torres na prisão, Marcio Bittar diz: “Não podemos aceitar o que vem acontecendo no Brasil”

Por redação.

- Publicidade -

O senador Marcio Bittar (União/AC) e outros quatro senadores visitaram no sábado (6) o ex-ministro da Justiça, Anderson Torres, que está preso no 19º Batalhão da Polícia Militar do Distrito Federal por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do STF, em função das investigações sobre os atos golpistas do dia 8 do mesmo mês. Na ocasião, Torres era secretário de Segurança do Distrito Federal. O inquérito no STF apura suposta omissão na contenção dos atos.

Após a visita, Bittar, ao lado do líder do Senado, Rogério Marinho (PL-RN), disse que não é possível aceitar que pessoas não foram julgadas cumpram pena “que ainda não lhes foram impostas”.

“Visita de solidariedade ao ex-ministro Anderson Torres – preso há mais de cem dias. Ao lado do amigo Rogério Marinho e mais três senadores, visitei o ex-ministro Anderson Torres e prestei minha solidariedade. Não podemos aceitar o que vem acontecendo no Brasil, tão pouco ficar de braços cruzados enquanto pessoas que não foram julgadas, nem condenadas, cumprem penas que ainda não lhes foram impostas”, relatou.

Nesta segunda-feira, Anderson Torres será ouvido no inquérito que apura suposta interferência na atuação da Polícia Rodoviária Federal para dificultar a movimentação de eleitores em redutos petistas durante o segundo turno das eleições de 2022.

  • Luciano Tavares, do Notícias da Hora.
- Publicidade -
Copiar