24.9 C
Juruá
sexta-feira, abril 19, 2024

Deputado federal aciona EUA para prender Maduro no Brasil

Por Redação

- Publicidade -


Nesta segunda-feira (29/5), o deputado federal Zé Trovão enviou um ofício à Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, falando sobre a presença do ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, no Brasil e pedindo informações sobre “quais medidas podem ser adotadas pelo governo americano para captura deste criminoso”.

Em 2020, o chefe do Departamento de Justiça dos EUA, William Barr, apresentou acusação criminal contra Maduro por tráfico internacional de drogas. À época, os EUA anunciaram recompensa de U$ 15 milhões para quem ajudasse a capturar o presidente venezuelano.

No ofício, o parlamentar aponta que Maduro consta no site do Drug Enforcement Administration (DEA), como “procurado por autoridades norte-americanas, acusado pelo procurador-geral dos Estados Unidos, sr. Willian Barr, dos crimes de narcotráfico, terrorismo internacional e corrupção”. O documento é endereçado à embaixadora dos EUA no Brasil, Elizabeth Frawley Bagley.

“Manifesto a essa Embaixada minha indignação pela presença do ditador venezuelano em solo brasileiro, ao tempo em que peço informações de quais medidas podem ser adotadas pelo governo americano para captura deste criminoso”, escreveu o deputado federal.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está recebendo Maduro nesta segunda-feira, 29, no Palácio do Planalto, em Brasília, para uma reunião bilateral. O ditador subiu a rampa do prédio e foi recebido pelo petista e pela primeira-dama, Janja. O Brasil havia cortado relações com o país vizinho durante a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Essa está sendo a primeira visita do presidente venezuelano ao Brasil desde 2015, época em que Dilma Rousseff ocupava o cargo de Presidente da República.

Com informações AM Post

- Publicidade -
Copiar