23 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Edvaldo volta a defender reajuste dos plantões dos técnicos de Saúde e afirma que em 2 dias governo comprometeu a folha em R$ 20 milhões com comissionados

Por Assessoria.

- Publicidade -

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) voltou a falar a respeito do não reajuste dos plantões dos técnicos em Saúde, que abrange técnicos de enfermagem, de radiologia, entre outros. O parlamentar disse que o governo do Estado gasta quase R$ 20 milhões por ano com 270 cargos comissionados nomeados recentemente, mas alega não ter R$ 380 mil por mês para reajustar o valor dos plantões.

“Eu não canso de ser surpreendido pelo falso argumento que foi utilizado na semana passada no tocante aos recursos. Quem acessou o Diário Oficial de hoje viu que mais 25 novos cargos foram nomeados. Tecnicamente, hoje, nós já estamos acima do limite prudencial, mas legalmente será feito no dia 10 a publicação do Relatório Fiscal, porém o governo está aproveitado a folga e fazendo a farra”, disse o parlamentar.

Edvaldo afirmou que a reivindicação dos técnicos é mínima diante do gasto com comissionados. “Estamos falando de R$ 20 milhões referentes a nomeações do dia 30 e de hoje, dia 3. Está comprometendo as suas finanças com comissionados, em detrimento dos R$ 380 mil das gratificações com os técnicos que o governo negou e esta Casa apoiou. Faço questão de retomar esse tema e deixar registrado que o problema não é financeiro, não é da ausência de recursos, o problema é da opção política, da escolha que foi feita. De dizer que isso ali não tem importância, aqui tem importância”.

Em outro trecho do discurso, o líder da oposição disse que muitos profissionais destas categorias perderam a vida durante a pandemia da covid-19. Para ele, a solidariedade da Assembleia não pode ser apenas se resumir em sessões solenes e homenagens, mas em atitudes concretas, que passam pela valorização do servidor.

“Enquanto fazíamos sessões remotas, eles estavam trabalhando. Parte deles morreram, perderam a vida. Sabe o que fez a Assembleia? Aprovou moções de aplausos e entregou diplomas de felicitações. ‘Olha, vocês foram extraordinários’. Na hora de mudar o plantão de R$ 78 para um pouco mais de R$ 110, não tem dinheiro, não existe mais recursos. Aquela solidariedade foi para inglês ver”, pontua Magalhães.

Ao final, o deputado ressaltou que o “governo e a sua equipe expuseram desnecessariamente a sua base. Jogou sua base ao leu, expos os parlamentares por nada, por conta de uma mixaria”.

- Publicidade -
Copiar