27.8 C
Juruá
sexta-feira, abril 12, 2024

Idoso tem pescoço decepado pela própria enteada no interior do Acre

Por redação.

- Publicidade -

Colono é assassinado a golpes de facão na zona rural do interior do AC e enteada em presa em flagrante — Foto: Alexandre Lima/Arquivo pessoal

O idoso João Francisco do Nascimento, de 73 anos, foi morto a golpes de terçado e teve a cabeça decepada no final da tarde desta quinta-feira (25), em uma colônia no km 59 da BR-317, mais conhecida como Estrada do Pacífico, na zona rural de Brasiléia, no interior do Acre. A enteada da vítima, identificada como Leone Oliveira do Nascimento, 40 anos, foi presa em flagrante acusada por matar o homem.

João Francisco do Nascimento levou vários golpes de facão nessa quinta-feira (25), na zona rural de Brasileia — Foto: Arquivo pessoal

Segunda informações da polícia, o idoso estava serrando tábuas para fazer um concerto na própria residência, quando foi surpreendido pela enteada que aproveitou que o homem estava de costas e acabou desferindo golpes de terçada contra a vítimas, que foi atingida nos braços e na cabeça. O idoso ainda recebeu várias terçadadas, que acabou decapitando a vítima. Após o crime, Leone tentou fugir caminhando pelo ramal que dá acesso à colônia.

Ainda segundo informações da polícia, Leone é paciente psiquiátrica e acabou misturado os remédios com a bebida alcoólica, provocando assim, um surto psicótico. Após ver, o marido morrendo a golpe de terçado desferidas própria filha, a esposa de Francisco conseguiu correr e se esconder na casa de um vizinho, onde pediu ajuda e a Polícia Militar do 5° Batalhão foi acionada, junto com a Polícia Civil.

A enteada é suspeita de cometer o crime/Foto: ContilNet

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do perito em criminalística, que constatou que além da cabeça de Francisco ter sido decapitado, o braço do idoso também foi arrancado devido os golpes de terçado.

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) em Rio Branco, para realizar os exames cadavéricos.

Agentes de Polícia Civil de Brasiléia colheram as informações e prenderam a autora Leone a cerca de 10 km do local do crime.

  • Fonte: Contilnet.
- Publicidade -
Copiar