25.8 C
Juruá
quarta-feira, abril 17, 2024

Lei Paulo Gustavo vai destinar R$ 30,8 milhões para cultura acreana

Por redação.

- Publicidade -

O presidente Lula assinou nesta quinta, 11/5, em Salvador (BA), o decreto que regulamenta investimento de R$ 3,8 bilhões, o maior repasse direto da história do país para a cultura. Do total, R$ 2 bilhões estão disponíveis aos estados e R$ 1,8 bilhão para todos os municípios brasileiros

Todos os 22 municípios acreanos e o estado do Acre vão receber, no total, R$ 30,8 milhões por meio da Lei Paulo Gustavo (Lei Complementar nº 195/2022) para aplicação em projetos culturais.

“A cultura pode ajudar o povo a fazer a revolução que precisa ser feita neste país, para que o povo possa trabalhar, estudar, comer, ter transporte de qualidade. A cultura pode fazer com que a gente exija o cumprimento da Constituição brasileira”, disse Lula no ato.

Do repasse previsto para o Acre, R$ 22,4 milhões serão destinados ao governo estadual e R$ 8,3 milhões para as 22 cidades. Os cinco municípios com maior previsão de transferência de recursos são a capital, Rio Branco (R$ 4,1 milhões), seguida por Cruzeiro do Sul (R$ 715,7 mil), Sena Madureira (R$ 393,8 mil), Tarauacá (R$ 363,3 mil) e Feijó (R$ 296 mil).

A Lei Paulo Gustavo prevê repasses para ações emergenciais do setor cultural, duramente atingido pelos efeitos da pandemia. A lei foi batizada em homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu aos 42 anos de idade, em função das complicações da covid-19, no dia 4 maio de 2021.

Música, dança, pintura, escultura, cinema, fotografia, artes digitais estão contempladas na ampla proposta de fomento cultural promovida pelo Governo Federal, de modo a popularizar e impulsionar a diversidade de manifestações culturais e artísticas.

Com informações da Secretaria de Comunicação Social do Governo Federal.

  • Por Leônidas Badaró, do AC24horas.
- Publicidade -
Copiar