23.7 C
Juruá
quarta-feira, abril 17, 2024

Longo critica monopólio no transporte intermunicipal e pede providências à Ageac

Por Redação

- Publicidade -


Durante sessão desta quarta-feira (10) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o deputado Pedro Longo foi enfático ao tratar da situação do transporte público intermunicipal no Estado.

De acordo com o parlamentar, existe um monopólio na condução de passageiros no trecho Rio Branco-Cruzeiro do Sul – o que tem causado diversos problemas para a população que precisa se deslocar de uma cidade para outra.

“Infelizmente, estamos vivenciando uma situação na qual o transporte coletivo intermunicipal de Rio Branco a Cruzeiro do Sul se transformou num monopólio. Tínhamos três empresas operando, mas duas desistiram por questões próprias e, desde então, pelo menos uma tem buscado credenciamento junto à Ageac para propiciar alternativas à população. Não tem adiantado”, destacou Longo.

O deputado afirmou ainda que o preço das passagens subiu de R$ 80 para R$ 250 neste período em que ocorreu a concentração.

Longo aproveitou o momento para tratar da importância de sabatinar o possível novo representante da Ageac, o ex-Controlador Luís Almir Soares, que deve tomar novas medidas sobre o assunto.

Segundo o parlamentar, o nome indicado para à Presidência reúne condições de competência para realizar um bom trabalho e deve ser parceiro na solução deste problema.

“É inaceitável. Precisamos acabar com esse monopólio. Na semana que vem, quando formos sabatinar o possível novo gestor da Ageac, teremos a oportunidade de encontrar saídas para essa situação. Vamos conhecer as ideias do indicado pelo Governo, buscando criar preços justos para nossa população e garantir um serviço de qualidade”, finalizou.

- Publicidade -
Copiar