25.6 C
Juruá
terça-feira, abril 23, 2024

Maternidade do Juruá homenageia mulheres doadoras de leite humano

Por Redação

- Publicidade -


A consciência de que o leite humano é essencial para a manutenção da vida e para o pleno desenvolvimento do bebê multiplica o número de doadoras.

No Vale do Juruá, Maria Andreia da Silva tem sido exemplo. Com 30 anos, a mãe do pequeno David Oswaldo Vilanova, de apenas quatro meses, é considerada a maior doadora de leite humano da região.

O ato, que salva dezenas de vidas, desperta na genitora o sentimento de plenitude. “É um verdadeiro gesto de empatia. Não tenho palavras para expressar o que sinto quando ajudo outros bebês e suas famílias”, declarou.

A jovem incentivou outras mulheres a doarem leite. “Ajudar faz bem. Por isso incentivo as mulheres que tenham disponibilidade e sejam aptas, a doarem”, reforçou.

O ato ajuda a salvar vidas. As mães interessadas em doar podem ligar ou mandar mensagem para o contato (68) 99904-4072. Foto: Eliel Mesquita/Secom

Além dela, outras 24 doadoras e mães com bebês beneficiados com doação de leite materno foram homenageadas na manhã desta sexta-feira, 19, na Maternidade do Juruá, em Cruzeiro do Sul. O evento contou com a participação de membros da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e da primeira-dama de Cruzeiro do Sul, Lurdinha Lima.

Além de café da manhã, a atividade também ofertou maquiagem às doadoras e  lembranças. Foto: Eliel Mesquita/ Secom

A atividade marca o início da campanha que visa atrair doadores para a unidade de Cruzeiro do Sul. Ao longo dos próximos dias, a maternidade ofertará palestras, encontros e rodas de conversa sobre a doação de leite humano e aleitamento materno.

Profissionais celebrando conquistas. Foto: Eliel Mesquita/Secom

“Uma homenagem às mães que tiram um pouco do seu tempo para levar amor para outras famílias”, definiu Márcia Soares de Paula, coordenadora do Banco de Leite de Cruzeiro do Sul.

Diani Carvalho, gestora local da Sesacre, deu destaque à iniciativa. “O momento gera esperança de uma vida com mais qualidade para os recém-nascidos. O investimento do governo é de extrema importância, pois quando as mães estão impossibilitadas de amamentar, o banco de leite supre a necessidade, ofertando o alimento que é essencial para a redução de doenças e mortes nas crianças”, pontuou.

Diani Carvalho: “O momento gera esperança de uma vida com mais qualidade de vida aos bebês”. Foto: Eliel Mesquita/Secom

Banco de Leite da Maternidade completa um ano

Há cerca de um ano, a gestão do governador Gladson Cameli e parceiros entregavam um investimento histórico para a Saúde local.

No dia 29 de abril de 2022, o Banco de Leite do Hospital da Mulher e da Criança (HMCJ) deixou de ser ponto de coleta e passou a ser integrante da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano.

Hoje, o leite fornecido para as crianças na Maternidade do Juruá é pasteurizado. Foto: Marcos Santos/Secom

Desde então, todo leite coletado pela maternidade passa pelo processo de pasteurização, o que garante o fornecimento com excelente qualidade para a mãe Canguru e neonatal.

“É um benefício de valor imensurável à região. Agora, o bebê que necessita é assistido pelo nosso banco de leite”, ratificou Márcia Soares de Paula.

- Publicidade -
Copiar