23.7 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Procedimento deve acompanhar construção de nova delegacia da Polícia Civil em Brasiléia

Por Redação

- Publicidade -

Na edição do Diário Eletrônico desta quarta-feira, 24, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) resolveu abrir um procedimento administrativo no intuito de acompanhar os trâmites para a construção de uma nova delegacia de Polícia Civil no município de Brasiléia, interior do Acre.

Segundo a promotoria, o pedido é relacionado às condições prediais/estruturais, de mobiliário e de outros bens necessários ao desempenho das atividades pela Equipe Policial. Por isso, requer a construção de uma nova Delegacia em outro local devido às enchentes, com núcleo para atendimento às mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica e abuso ou exploração sexual.

A promotora Pauliane Mezabarba Sanches, revelou que os recentes transbordamentos de diversos cursos pluviais na Região do Alto Acre, acabou ocasionando zonas de alagamentos, deslizamentos de encostas e, inclusive, levando ao alojamento e abrigamento de famílias e instituições. Além disso, ela lembrou que a Delegacia Geral de Polícia de Brasiléia foi afetada durante o período das enchentes do ano de 2023, prejudicando as atividades desempenhadas pela Equipe Policial na atual sede, em decorrência de sua localidade em área que possui um alto risco de alagação.

O MP ressaltou que a necessidade de adoção de providências urgentes para construção de uma nova Delegacia Geral de Polícia no Município de Brasiléia em um local com baixa probabilidade de alagação. “A fim da Polícia Judiciária Civil conseguir prestar um serviço de qualidade, melhorando o atendimento das pessoas e as próprias condições de trabalho dos servidores, além de viabilizar a ampliação da estrutura de pessoal”, mencionou trecho do despacho.

- Publicidade -
Copiar