24.1 C
Juruá
sexta-feira, abril 19, 2024

Procon orienta consumidores para compra segura no Dia das Mães

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Com o início da maratona de compras para o Dia das Mães, a data comemorativa mais movimentada para o comércio, depois do Natal, o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC) reuniu algumas dicas para ajudar o consumidor na busca pelo melhor presente e pelo melhor negócio para esta data especial.

A diretora administrativa do Procon/AC fala sobre a importância da informação para os consumidores. Foto: Letícia Machado/ Procon

Um dos serviços oferecidos por meio do instituto é a Educação para o Consumo, executado tradicionalmente durante todo o ano, por meio de seu calendário sazonal, com foco principal em datas de maior comercialização. Diante disso, a diretora administrativa e técnica do Procon/AC, Camila Lima, salienta a necessidade das orientações repassadas à população em momentos de grande fluxo no comércio.  “É importante para o Procon repassar essas informações para os consumidores previamente, para que eles não caiam em falsas promoções e em golpes, que aumentam nesse momento. Por isso a importância da informação prévia e também a parte de fiscalização, que também é intensificada nesses momentos de grande comércio”, ressalta Camila.

Órgão orienta consumidores para garantia de compras seguras. Foto: Letícia Machado/Procon

Pesquisa

Como regra básica o órgão recomenda que o consumidor realize a famosa pesquisa dos preços dos produtos antes de comprá-los. Sair de casa já pensando no que pretende adquirir e no quanto se pretende gastar é uma das mais importantes dicas, uma vez que isto facilita a comparação de preços, qualidade e praticidade do produto. Dessa forma, gastos desnecessários e compras por impulso podem ser evitados.

Internet

Hoje, com a internet, já é possível comparar em sites especializados de pesquisa de preços, mesmo sem sair de casa. Ainda assim, as compras pela internet podem ser consideradas um vilão para muitas pessoas. Nesse caso, os cuidados devem ser redobrados, para não cair em golpes. O chefe de fiscalização do Procon/AC John Lynneker faz algumas recomendações. “Pesquise a procedência da loja virtual através dos portais de pesquisa e também pelo site consumidor.gov.br e veja a opinião de outros clientes e avaliações relacionadas à qualidade do produto, prazos de entrega e políticas de troca; Para saber se o site garante a segurança de dados, verifique se há o símbolo de cadeado no canto esquerdo do campo de preenchimento do endereço”, afirma o chefe de fiscalização.

Vale se atentar, ainda, se a loja online informa CNPJ, telefone e endereço no site. Normalmente essas informações estão localizadas no rodapé da página.

Defeitos

Outra dica importante é sobre os produtos com defeito, que acabam tornando-se uma decepção, tanto para quem dá o presente quanto para quem o recebe. E para evitar aborrecimentos na hora da troca, o consumidor deve exigir a nota fiscal e guardá-la durante o período de garantia do produto, que, geralmente, dura um ano. “Sem a nota fiscal, o consumidor não tem como provar a compra, a data, o valor pago. Este documento é a segurança para o comprador caso o produto adquirido apresente problemas”, destaca John.

- Publicidade -
Copiar