32 C
Juruá
domingo, abril 14, 2024

Zequinha anuncia pagamento de insalubridade para servidores da saúde de Cruzeiro do Sul

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Neste sábado (06), a Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul organizou um evento para os funcionários da Saúde do município em alusão ao Dia do Trabalhador, comemorado em 1° de maio. Na ocasião, Zequinha Lima anunciou o pagamento do adicional de insalubridade para a categoria.

“Sabemos que este é um direito do servidor. Mas para ser pago foi preciso um trabalho da gestão. Finalmente hoje pudemos anunciar e ficamos muito felizes, pois para nossa gestão é muito importante reconhecer o trabalho destas pessoas que sempre tiveram um papel importante, que foram fundamentais durante a pandemia de Covid-19 e que continuarão sendo sempre”, citou.

De acordo com o prefeito, cerca de 80% dos servidores receberão o adicional de insalubridade já apartir do próximo mês. As insalubridades foram classificadas por níveis de riscos: médicos, agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde, que irão receber 20% a mais em seus salários.

Os Agentes de Zoonoses e Dentistas receberão o nível máximo previsto em lei, recebendo 40% a mais. Profissionais que atuam como técnicos de laboratório, servidores da limpeza e recepção também serão contemplados.

“Este é um momento primordial para os servidores da saúde”, disse Jairo Benitez, presidente do sindicato que representa os Agentes Comunitários de Saúde.

Os valores variam de acordo com o grau de insalubridade, e foram determinados por um estudo técnico de segurança do trabalho, realizado por uma servidora do município, sem necessidade de gastos com consultoria externa.

“A luta pelo adicional de insalubridade já tem uma década, porém, seu pagamento exigia um estudo técnico apropriado para determinar os diferentes graus de insalubridade de cada atividade. Por falta deste estudo, o último PPCR aprovado ainda na gestão anterior, não contemplou este direito, o que é feito agora pelo prefeito Zequinha Lima”, conta Valéria Lima, secretaria municipal de saúde de Cruzeiro do Sul.

- Publicidade -
Copiar