23 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

AC é estado com maior percentual de empresas fechadas nos primeiros quatro meses de 2023, aponta pesquisa

Por redação.

- Publicidade -

O estado do Acre registrou um saldo de 1.063 novas empresas abertas nos quatro primeiros meses de 2023, segundo dados divulgados pelo boletim Mapa de Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços do Governo Federal.

Apesar do saldo positivo, a proporção de fechamento de empresas no Acre em relação ao terceiro quadrimestre de 2022 foi a pior entre os demais estados brasileiros. O número agora foi 53,8% maior no estado acreano. Em seguida aparecem Roraima, com variação de 49%, e Paraíba com 45,8% de aumento de empresas fechadas no período.

Conforme a pesquisa, entre janeiro e abril deste ano, foram abertas 2.526 empresas no Acre, enquanto 1.463 foram fechadas.

Ao analisar os dados, levando em consideração o setor de comércio, o consultor institucional da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio-aC), Egídio Garó explicou que são várias as causas para o estado ter esses resultados no que diz respeito à abertura e fechamento de empresas.

“Dentre elas, o alto custo de chegada dos produtos produzidos em outras regiões do país ao Estado causado: pela distância e conservação rodoviária; volume de carga; a instabilidade política e econômica; a alta dos juros associado às dificuldades de obtenção de crédito; peso tributário elevado para o segmento, exceto micro e pequena empresa, que tem tratamento diferenciado; e transferência de titularidade de empresas adquiridas por outras. Essas observações são relativas tão somente ao comércio, excluídos os demais setores da economia local”, afirmou Garó.

O boletim “Mapa de Empresas” é publicado três vezes ao ano, sempre a cada quatro meses e apresenta um panorama detalhado do empreendedorismo no Brasil. Em números absolutos, são 42.610 empresas ativas atualmente no Acre.

Em todo o Brasil, no primeiro quadrimestre do ano, foram abertas 1.331.940 e fechadas 736.977 empresas no Brasil, totalizando mais de 21 milhões de CNPJs ativos em todo o território nacional. Destes, 93,7% são de microempresas ou empresas de pequeno porte.

Os dados são compilados e estruturados pelo Departamento de Registro Empresarial e Integração (Drei), subordinado à Secretaria da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte e do Empreendedorismo (Sempe) do Ministério.

Tempo de abertura

O boletim analisou também o tempo médio gasto por uma pessoa para abrir uma empresa. E, na média nacional, esse tempo ficou em um dia e seis horas, um aumento de seis horas em relação ao quadrimestre anterior.

O Acre, contudo, se posicionou diferente da tendência nacional, diminuindo o tempo médio de abertura de empresa. No estado, são necessários 19 horas para abrir uma empresa, três horas a menos do que no quadrimestre anterior. Ainda assim, o Acre ocupa apenas a 18ª colocação em celeridade.

O estado mais rápido para abrir uma empresa é Sergipe, com sete horas. São Paulo, ao contrário, é o estado mais lento, com dois dias e 2 horas de média.

Últimos doze meses

O Mapa de Empresas apresentou também os dados referentes aos últimos 12 meses com relação a abertura e fechamento de empresas.

No Acre, foram 7.508 empresas abertas em um ano, contra 3.641 fechadas. Um saldo positivo de 3.867 empresas. A tendência de aumento se reproduziu no território nacional, com 3.820.767 empresas abertas e 1.901.501 empresas fechadas em 12 meses. Saldo de 1.919.266.

  • Fonte: g1 AC.
- Publicidade -
Copiar