31.4 C
Juruá
domingo, junho 23, 2024

Audiência pública debate acesso à Porto Walter, que foi interrompido por entrar em terra indígena

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

No último sábado (24), a prefeitura de Porto Walter reuniu autoridades municipais para discutir o acesso terrestre entre o município e Cruzeiro do Sul.

Uma estrada de terra, com cerca de 84 km de extensão, foi aberta no ano passado, mas acabou sendo interrompida porque atravessaria um trecho da terra indígena Jaminawa do Igarapé Preto.

A gestão municipal de Porto Walter, um dos municípios mais isolados do Acre, está em busca de um caminho alternativo, e informou que, durante a audiência, ficou definido que o Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) iniciará estudos para assegurar um caminho que não atrapalhe o território.

O prefeito Cesar Andrade (MDB) considerou a construção de uma estrada na região uma necessidade, e disse que a interligação com o restante do estado é um objetivo prioritário.
“Com base nas pesquisas realizadas pelo Deracre e pelo Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac), vamos buscar uma solução e convidar os órgãos de fiscalização e controle da União para uma discussão e possível anuência. Nós, o poder público, e os povos indígenas queremos o acesso. Estamos dispostos a minimizar e reparar os danos para garantir a tão sonhada interligação”, disse.

- Publicidade -
Copiar